quinta-feira, 14 de março de 2013

Um pouco de História faz bem!! Parte 12

Graça e Paz a todos, hoje entramos na ultima parte do estudo sobre a história das Igrejas Evangélicas do Brasil, começaremos a ver o Neopentecostalismo, das quais fazem parte as Igrejas: Universal do Reino de Deus, Internacional da Graça de Deus, Renascer em Cristo e Mundial. Começaremos com a Igreja Universal do Reino de Deus, a primeira Igreja de cunho Neopentecostal!


Igreja Universal do Reino de Deus

 

 

A Igreja Universal do Reino de Deus, também conhecida pela sua sigla IURD, é uma igreja evangélica neopentecostal, com sede na catedral de Del Castilho, na cidade do Rio de Janeiro, o Templo da Glória do Novo Israel.
Fundada no dia 9 de julho de 1977, por Edir Macedo, tornou-se o maior e principal grupo neopentecostal do Brasil, onde tem mais de cinco mil templos, mais de 1,8 milhões de fiéis segundo o IBGE e quase 10 mil pastores. Também está presente, segundo a instituição, em quase 200 países, sendo mais disseminada nas nações de língua portuguesa. Atualmente, é a 5ª maior instituição no Brasil e a 4ª maior igreja protestante e a 29ª maior denominação religiosa no mundo com 6 milhões de pessoas.
A Rede Aleluia que pertence a IURD, possui mais de 76 emissoras de rádio AM e FM que cobre mais de 75% do território nacional, e mais de 20 repetidoras da IURD TV. Na internet, ela tem o portal Arca Universal. Na mídia impressa possui a Folha Universal e as revistas Plenitude, Obreiro de Fé e Mão Amiga. Na área da indústria fonográfica, a Universal conta com a gravadora Line Records, especializada no gênero gospel. A Unipro é responsável pelas publicações de livros da Universal, cujos principais autores são bispos da própria IURD, mas em sua maioria escritos pelo seu fundador Edir Macedo, com dezenas de títulos publicados, destacando-se Nos Passos de Jesus e Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios?, cada um com milhões de exemplares vendidos. A Rede Record, embora não pertença diretamente a instituição IURD e sim ao Edir Macedo, é controlada pelos pastores e bispos da Universal, entre eles o bispo Honorilton Gonçalves vice-presidente da emissora. Somando, a Central Record de Comunicação mais as emissoras de rádio e televisão da igreja, torna a IURD como a maior controladora de concessões de televisão do Brasil ultrapassando assim as Organizações Globo em número de emissoras próprias.
Além dos cultos, a Universal também desenvolve ações sociais em várias partes do Brasil e do mundo, mantendo, por exemplo, a Sociedade Pestalozzi em São Paulo, o Projeto Nordeste na Bahia, a Associação Beneficente Cristã e a Escola Bíblica Infantojuvenil. Também promoveu em todos os seus templos mutirões de caridade para ajudar da vítimas das enchentes de Santa Catarina no ano de 2008, e nas enchentes e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro em 2011. As ações humanitárias também se desenvolvem em outros países, em especial nos africanos, como a distribuição de preservativos no combate à AIDS.
A igreja Universal foi alvo de acusações e houve prisão do seu líder espiritual Edir Macedo, em 1992, após um culto realizado em um antigo templo da igreja localizado no bairro paulista de Santo Amaro, acusado de charlatanismo, estelionato e curandeirismo.Onze dias depois o Bispo Macedo foi solto e posteriormente as acusações arquivadas por falta de provas. Sofreu também várias outras acusações de lavagem de dinheiro.



História

Sua história começou em 9 de julho de 1977, quando se abriram oficialmente as primeiras portas da futura Igreja Universal. O então pastor Edir Macedo iniciou as primeiras reuniões num coreto do Jardim do Méier, zona norte do Rio de Janeiro. Depois de algum tempo, Macedo alugou um galpão, que era uma antiga fábrica de móveis, no número 7 702 da Avenida Suburbana (atual Avenida Dom Hélder Câmara). De acordo com dados do censo brasileiro de 2010, realizado pelo IBGE, a denominação religiosa possui 1,8 milhão de adeptos. Entretanto, tais estatísticas são contestadas pela IURD, apresentando dados próprios baseados em depoimentos de pastores que, por sua vez, afirmam que tal pesquisa é deficiente e incompleta por não entrevistar em locais onde a Igreja Universal é mais presente, a exemplos de áreas carentes e de poucos recursos econômicos, como favelas e morros brasileiros.


O começo com R. R. Soares e seu rompimento

Edir Macedo atual líder espiritual da Universal, contou com o apoio de seu cunhado Romildo Ribeiro Soares, que havia conhecido em 1968 na Igreja Pentecostal de Nova Vida fundado pelo Robert McAlister, e juntos decidiram criar sua própria igreja, nomeada na época de "A Cruzada do Caminho Eterno" e "Casa da Benção". A criação de uma nova denominação era um sonho de Edir. Ele saiu da Nova Vida sem ressentimentos ou revolta. Macedo também era contra a influência dos já membros da Nova Vida, segundo ele, era para atrair pessoas que não eram de nenhuma igreja de cunho protestante.
Cquote1.svg "Nenhum corpo se subsiste com duas cabeças. Tinha que haver uma definição. Cquote2.svg
Edir a respeito da separação com o R. R. Soares.
Em 7 de junho de 1980, quando já haviam reunido 15 pastores, Soares e Macedo decidiram desligar-se por discordarem cada um de seus princípios. O modo de pensar e a compreensão de Romildo era diferente na de Edir. Enquanto Macedo ministrava a igreja nos Estados Unidos, Soares contratou no Brasil pastores de outras denominações, atitude qual Macedo sempre foi contra por querer criar uma denominação sem se misturar com as igrejas pentecostais tradicionais, além de que, segundo Macedo, Soares não cumpria com os compromissos financeiros da igreja no Brasil, e centralizava a imagem do "Missionário R. R. Soares". Macedo e Soares decidiram realizar uma eleição com os 15 pastores presentes em uma assembleia excepcional, onde caso Soares ganhasse, iria apoiar a obra missionária de Macedo no estado de Nova Iorque, e se o Macedo ganhasse, a Igreja Universal iria apoiar o trabalho evangelístico de Soares. Foram doze a favor de Edir e três contra, e Soares então fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus com os direitos autorais dos livros do reverendo Thomas Lee Osborn.


Expansão no Brasil

A expansão da IURD foi rápida desde o seu começo, segundo Ricardo Mariano, doutor em sociologia pela FFLCH-USP e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da PUC-RS. Em 1985, já com oito anos de fundação, já tinha 195 templos em catorze estados brasileiros e no Distrito Federal. Depois de dois anos, a IURD tinha 356 templos em dezoito unidades federativas. No ano de 1989, ano em que Edir Macedo começou a negociar a compra da Rede Record, a igreja já tinha 571 templos. Entre os anos de 1980 e 1989, o número de espaços cresceu 2.600%. Nos primeiros anos, sua distribuição geográfica concentrou-se mais nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Salvador. Depois, espalhou-se pelas demais capitais brasileiras e em grandes e médias cidades. Já na década de 1990, passou a ter presença em todos os estados do território brasileiro, época no qual obteve uma taxa de crescimento anual de 25,7%, indo de de 269 mil para 2.101.887 fiéis no Brasil, de onde se espraiou para mais de oitenta nações ao redor do mundo. Em todos eles, é conquistado no geral, pessoas entre as camadas mais pobres e menos escolarizados da população. Em 1998 a IURD já possuía mais de três mil templos distribuídos em mais de 50 países. Portugal, Moçambique, Angola, Argentina e a África do Sul são as nações onde a igreja foi mais bem recebida. E que segundo Mariano, nenhuma outra denominação cresceu tanto no Brasil em menos de uma década. Em São Paulo, a primeira IURD foi fundada em julho 1980 em um edifício antigo, na avenida Doutro Gentil de Moura. Em Salvador foi na rua do Tijolo.
Atualmente, o principal templo da IURD é a Catedral Mundial da Fé, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro, também conhecida como Templo da Glória do Novo Israel onde é comportada mais de 12 mil pessoas. Outro templo da igreja é o Templo Maior de São Paulo, localizado no bairro paulistano de Santo Amaro.
Atualmente a IURD está presente em todos os estados brasileiros com mais de 5 mil templos espalhados em várias cidades, seja ela em galpões alugados, templos próprios, presídios, em cidades ribeirinhas na região da da floresta amazônica e até em aeroportos.


Desde 2010 a igreja está construindo o Templo de Salomão, que será a maior catedral da IURD do mundo e sucessor do Templo da Glória do Novo Israel. O templo está localizado no bairro do Brás em São Paulo. Sua construção e estilo tomaram como referência o Templo de Salomão que citado na Bíblia, localizado em Jerusalém, Israel. Sua capacidade será de aproximadamente dez mil pessoas sentadas, e terá uma altura equivalente à de um prédio de 18 andares, além de estarem previstos dois subsolos.
A igreja conta com fiéis de várias camadas sociais, desde os mais pobres até artistas, atletas, empresários e profissionais liberais.
Em 18 de agosto de 2012, o programa dominical da Record, Domingo Espetacular mostrou uma matéria de mais de uma hora, falando a respeito dos 35 anos da IURD completados em 2012. A matéria demorou 5 meses, e foi usado profissionais da emissora para mostra desde o começo da Universal até os templos espalhados por vários países do mundo. Além disso, a reportagem também detalha o trabalho missionário e as ações sociais que a igreja faz nos países onde está presente.


O crescimento mundial

A Igreja Universal do Reino de Deus hoje em dia está presente cerca de 200 países do mundo. O primeiro templo aberto fora do Brasil foi o de Mount Vermont, nos EUA, no estado de Nova Iorque, com o nome de "Universal Church", expandindo-se para outros bairros novaiorquinos como Manhattan e Brooklin. Em 1993 a igreja estava em Toronto, no Canadá, e iniciava o seu trabalho em língua portuguesa.
Ainda nos anos 80, a igreja chegou nas Américas, Europa, Ásia e África. A IURD está em mais países do que empresas multinacionais como o McDonald's. Em entrevista para a revista Carta Capital, o sociólogo Eduardo Guilherme de Moura Paegle disse que o crescimento da IURD é uma "McDonaldização" da fé, uma comparação com o restaurante de Fast-food norte-americano. "O Mc Donald está em 125 países, a Igreja Universal está em 190. Ou seja, ela está presente aonde o McDonald's não chegou", disse Eduardo ao vivo no programa da IURD TV.
Na Europa a IURD instalou-se primeiro em Portugal, em 1989. A primeira Igreja Universal localizava-se na Estrada da Luz, 28 C, em Lisboa. As reuniões eram comandadas pelo bispo Paulo Roberto Guimarães, que naquela época, o templo era alugada e de pequeno porte; cabiam 200 pessoas. Hoje, a IURD conta com mais de 100 templos e mais de 15 mil membros no país.
O Japão foi o país escolhido pela IURD para iniciar suas atividades na Ásia, abrindo as portas em 1996 na cidade de Hamamatsu, província de Shizuoka, que hoje é a matriz japonesa, onde vive uma das maiores concentrações de brasileiros residentes no Japão. Em 2010 já contava com dezessete templos em todo o país com mais de 1 800 membros. Na Índia a igreja também está presente desde a segunda metade da década de 90, com concentração maior na região sul do país, onde é maior a população de cristãos.


No Reino Unido a igreja conta com mais de 30 espaços. Sua sede localiza-se em Londres e funciona em um antigo teatro onde foi cenário das primeiras apresentações da banda The Beatles. Suíça, Alemanha, Chipre, Rússia, Israel, Botsuana, Guiné-Bissau, Gabão, Lesoto, Malawi, Guiana Francesa, Etiópia, Luxemburgo, Bélgica, Irlanda, Países Baixos, São Tomé e Príncipe, Suazilândia, País de Gales, Zimbábue, Zâmbia, Austrália, Noza Zelândia, Polônia e Ucrânia e em países asiáticos como Hong Kong e Filipinas é um exemplo de onde a IURD atua. Países árabes é o local onde a igreja está em penetração mais recente, o Senegal foi o primeiro deles.
A Igreja Universal do Reino de Deus também está presente em países africanos, como Moçambique, fundando um templo no Cine África no dia 27 de novembro de 1992, hoje com sua sede no bairro do Alto-Maé, na capital Maputo. A Universal oferece programas diários de rádio e televisão através da Record Moçambique, com cobertura em todas as capitais provinciais, assim como também através das televisões STV e da Rádio Record Moçambique, com programas locais em Maputo e Beira, das Rádio 99FM, Rádio SuperFM, Rádio Terra Verde e Rádio Top FM, de um portal de Internet, o IURD Moçambique, e de um jornal semanário impresso, a Folha Universal Moçambique, que é distribuído em todo o país.
Os pastores brasileiros pregam em vários lugares do mundo e em vários idiomas, inglês, espanhol, francês, russo, japonês, africâner, zulu além de outros idiomas e dialetos. Desses pastores, 99% são brasileiros.

Segundo Paul Freston, autor do livro Dynamiques Religieuses en Lusophonie Contemporaine, disse que o processo de expansão mundial da Universal fez parte de uma das principais transformações religiosas no final do Séc. XX. A mudança do pentecostalismo em escala global, não só em números de fiéis, mas também pela expansão em várias regiões do planeta. Depois dos Estados Unidos, nações de língua espanhola foram os primeiros que a IURD teve presença. O primeiro templo foi aberto em 1989 na cidade de Concordia na Argentina, tempo mais tarde espalhando na América Latina.

Eventos públicos e pontos turísticos

As primeiras concentrações no Brasil começaram em 1987 na Quinta da Boa Vista em São Cristóvão, Rio de Janeiro, depois o ginásio do Olaria em Bangu, vários eventos no Maracanãzinho e desde então aconteceram várias outras em muitas cidades do país e de outras partes do mundo. Em São Paulo uma das maiores foi realizada no Vale do Anhangabaú, em 1995, quando foram contabilizadas mais de 300 mil pessoas, bem como a arrecadação de 70 toneladas de mantimentos. Houveram outros eventos na capital paulista, entre eles no estádio do Morumbi e no Pacaembu. No Centro-Oeste, milhares de fiéis compareceram em grandes concentrações realizadas na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, além de encherem o ginásio Nilson Nelson, em Brasília. No estádio do Maracanã, em 1999, aconteceu a maior vigília da IURD. Mais de 250 mil pessoas participaram, sendo usados também o Maracanãzinho e telões externos para ajudar as pessoas que lá estavam. Mais de um milhão de pessoas participaram em uma concentração no Aterro do Flamengo em 1994. As praias na cidade de Salvador também foi cenário paras as reuniões de grande porte.
A maior dentre todas as concentrações já organizadas pela Universal aconteceu com cerca de 8 milhões de pessoas simultaneamente em estádios, praias, ginásios ou arenas de várias capitais do Brasil, no chamado Dia D (Dia da Decisão). Em São Paulo aconteceu no Autódromo de Interlagos, comparecendo mais de três milhões de pessoas. No Rio de Janeiro foi realizada na Enseada de Botafogo e contou com a presença de mais de dois milhões de pessoas. Também foram envolvidas as cidades Rio Branco, Recife, Goiânia, Salvador, Macapá, Fortaleza, São Luiz, entre outras. O Dia D também foi feito em Moçambique e na Argentina. A concentração que foi realizada no Rio, foi alvo de críticas pelo jornal O Globo que classificou como “Caos universal e autorizado” por conta do congestionamento causado pelo evento na cidade e sem uma autorização concedido pela prefeitura. Em contrapartida, o bispo Clodomir Santos disse no programa Fala que Eu Te Escuto que o carnaval também causa transtornos no trânsito mas ninguém o proíbe ou critica por ser algo promovido pela Rede Globo, além de mostrar ao vivo as autorizações recebidas pelo governo. Edir Macedo afirmou que essas grandes reuniões é algo bom, mas nunca foram de sua preferência, pois para ele pregar para poucas pessoas é melhor, por que elas não ficam descontraídas, ao contrário no que acontece em grandes concentrações.
A IURD mantêm o Centro Cultural Jerusalém, as vezes abreviado como CCJ, ele está localizado dentro da Catedral Mundial da Fé no bairro Del Castilho da cidade do Rio de Janeiro, e abriga uma exposição permanente da segunda maquete de Jerusalém da época do segundo Templo construída no mundo. Além da maquete, os visitantes também encontram outras exposições, eventos e atrações como o cybercafé e loja de souvenirs. O CCJ foi inaugurado em maio de 2008 e é também um ponto turístico oficial do estado do Rio de Janeiro, pela Lei Estadual n° 5 375 de 2009. Na época da construção da Catedral Mundial da Fé, a mídia apelidou de "Maracanã da fé" isso se referindo o tamanho da construção concluída em 1999 em relação ao estádio do Maracanã.

Veículos de mídia e outras empresas

De acordo com escritor Paul Freston no livro Breve história do pentecostalismo brasileiro lançada em 1994, "os evangélicos têm por princípio religioso a divulgação de sua fé e isto deve acontecer por quaisquer meios de comunicação". O ascendente evangelismo eletrônico pentecostal tem recebido um impacto considerável no mercado de comunicação de massa, sobretudo em função dos pioneirismo empresariais nessa área por parte da Igreja Universal do Reino de Deus.
Na luta contra todos os males, a IURD investe no evangelismo eletrônico, combatendo doenças, maldições, depressão, insônia, a violência e o medo, "em nome de Jesus". Martín Barbero aponta que, principalmente em cidades grandes, "o medo tomou conta de seus habitantes, fazendo com que todos procurem se proteger da violência urbana, se aprisionando no interior dos espaços domésticos" segundo Barbero. Cada vez mais, a violência e a tensão expulsam seus moradores das ruas. Os moradores desses centros urbanos, cada vez mais tem a mídia eletrônica para lhes fazer companhia, para diminuir suas angústias e a solidão.
A IURD tem uma extensa rede de comunicação que conta com livros, gravadoras, emissora de TV, rádio, jornal, site e revista. O proselitismo em rádio e TV constitui o mais poderoso meio empregado pela Universal para atrair rapidamente grande número de indivíduos das mais diversas localidades geográficas à igreja, segundo um estudo feito pelo Ricardo Mariano.
Na internet a instituição possui o Portal Arca Universal e, na mídia escrita, o jornal Folha Universal que, segundo o próprio periódico, tem tiragem de 2 500 000 exemplares por semana, o jornal Correio do Povo de Porto Alegre e o jornal Hoje em Dia, de Minas Gerais, além de controlar emissoras de rádio e TV (Record) que não têm cunho religioso.
No Brasil, a igreja possui a Rede Aleluia uma rede nacional de rádios FM e AM que cobre mais de 75% de todo o território nacional, o que consolida a Rede Aleluia de Rádio como um fenômeno da comunicação de massa no Brasil, presente nos dois tipos de frequência, segundo Penha Rocha, em sua publicação As estratégias de Comunicação da Igreja Universal do Reino de Deus. Ela conta com programação musical gospel além de outros programas locais. Possui ainda o controle da rede de televisão IURD TV, que é também transmitida pela internet. A IURD possui redes de radio e TV pelo mundo. A empresa que engloba todos os meios de comunicação é a Universal Produções. A instituição é também dona da gravadora Line Records. Uma boa parte dos músicos e cantores desta gravadora são bispos ou pastores da própria igreja.
Além da IURD TV, a igreja mantém outros programas televisivos em vários outros canais pelo Brasil. Na Rede Record ela tem vários programas ao decorrer da noite, o mais notável deles é o Fala que Eu Te Escuto, apresentado ao vivo no início da madrugada desde a década de 90, e o programa O Santo Culto em Seu Lar, o único que retransmitia uma reunião típica de domingo integramente na televisão. Atualmente é transmitida pela IURD TV ao vivo. Na TV Gazeta e na RedeTV! também são transmitidos programas da IURD. Em 2011 e 2012 houve tentativas de aquisições de horários em outras redes televisivas, entre eles a Rede Bandeirantes, SBT e até na Rede Globo. A igreja gera mais de 240 horas diárias de televisão em todo o Brasil.


A revista Plenitude é a revista oficial da Igreja Universal do Reino de Deus com mais de 250 mil exemplares mensais, divulgando as atividades da Igreja e assuntos variados como notícias e lazer. Ela é distribuída para os fiéis dentro das reuniões, e também é usada na evangelização nas ruas, hospitais e presídios. Há também a revista Obreiro de Fé com mais de 300 mil em tiragem e a Mão Amiga. Na parte de periódicos, contam-se tambémo jornal Força Jovem para os jovens e adolescentes, Folhinha IURD voltado para o público infantil e revista Educador segmentado para os pedagogos que atendem crianças de até 10 anos. Há também o periódico chamado Visão da Fé, voltado para os auxiliares do bispo Macedo. Nela, traz informações acerca das viagens missionárias do bispo e do crescimento da Rede Aleluia.
A Unipro, uma editora pertencente à Universal, já lançou mais de 30 livros com mais de 10 milhões de exemplares vendidos. Os mais bem sucedidos são de autoria de Edir Macedo. Nos Passos de Jesus já vendeu mais de 3 milhões de exemplares. Logo depois vem Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios? com a maior tiragem de um livro evangélico já publicado no Brasil, com mais de 3 milhões em vendas. A editora também já lançou vários outros livros de autores como Cristiane Cardoso e Ester Bezerra, filha e esposa de Bispo Macedo respectivamente. O livro Nada a Perder – Momentos de Convicção que Mudaram a Minha Vida é uma trilogia escrito pelo bispo Edir Macedo, que conta toda a trajetória da IURD bem como toda as organizações que nela fazem parte e suas rivalidades, disputas, doutrinas e ensinamentos da instituição. Em 60 dias de lançamento o livro chegou na marca de 350 mil exemplares vendidos, se tornando o mais bem-sucedido título no ano de 2012.
A igreja também tem outras empresas como a Uni Line que atua na área de processamento de dados e a Frame, uma produtora de vídeo. A IURD ainda é dona dos jornais Tribuna Universal em Portugal e Stop Suffering: a new life awaits you! da África do Sul, além do Banco de Crédito Metropolitano, Unimetro Empreendimentos, Cremo Empreendimentos, New Tour (agência de viagens), Unitec (construtora), Uni Corretora, Investholding Limited, Ediminas S/A uma fábrica de móveis sediado em Belo Horizonte, Minas Gerais, no qual faz os bancos para a igreja, e ainda conta com seis emissoras de rádio em Portugal, duas na França, onde ainda tem uma construtora e duas agências de viagens.
Há também outros negócios que envolvem a igreja, são construturas, seguradoras, empresa de táxi aéreo, agências de turismo, consultorias, entre outras instituições. As empresas que estão envolvidas com a IURD geram aproximadamente 22 mil empregos diretos e 6 mil indiretos apenas no Brasil. Esses números não incluem a chamada "ajuda de custo" dos pastores pelo trabalho voluntário. A Universal tem mais de 8.800 imóveis alugados para os pastores e edifícios usados para templos.

Estrutura e cargos

A Igreja Universal possui uma hierarquia entre os cargos, e cada cargo possui subdivisões hierárquicas[
Os cargos da igreja são, em ordem decrescente:
  • Bispo, o principal cargo da igreja, sendo que um dos bispo comanda todos os templos da Universal no mundo, atualmente o bispo Macedo, e como seu sucessor o bispo Romualdo Panceiro, abaixo estão os bispos que são responsáveis pelo trabalho da igreja em um determinado continente ou país. Depois estão os bispos responsáveis pelas igrejas em um estado ou província, e abaixo os bispos e pastores regionais, que administram uma região de um estado ou província. Alguns bispos também são encarregados de algumas funções especiais, como por exemplo, a de cuidar da vida espiritual dos obreiros, função que no Brasil é atualmente exercida pelo bispo Sérgio Corrêa.
  • O cargo de pastor é subdividido em três categorias, sendo o pastor regional, que administra as igrejas de uma determinada região de um estado ou província, o pastor títular, que é responsável por uma igreja, onde ministra os principais cultos, e administra o corpo de obreiros de sua igreja, e o auxiliar, que presta auxílio ao que o pastor titular precisar e ministra alguns cultos na igreja.
  • Iburd, é como se denomina formalmente os obreiros que cursam o Iburd – Instituto Bíblico Universal do Reino de Deus. Para ser um pastor da Igreja Universal, primeiro o candidato deve ser um obreiro da igreja, e depois passar no Iburd, tornando-se assim um pastor auxiliar.
  • Obreiro, é um voluntário que é selecionado por um pastor titular para realizar atividades diversas, como por exemplo, dar orientações espirituais aos membros da igreja, visitar os membros afastados para orar e orientar, auxiliar o pastor durante o culto, operar exorcismo nos membros durante reuniões de libertação, fazer visitas em presídios e hospitais para orar pelos presidiários e pelos enfermos, etc. Como critérios de seleção, o candidato deve receber o batismo no Espírito Santo, tendo como prova do batismo o dom de línguas e demonstrar o fruto do Espírito Santo. Há mais de 500 mil obreiros somente no Brasil.
Nenhum dos cargos são vitalícios, qualquer um pode descer ou subir na hierarquia por motivos morais que podem ser a infidelidade, roubo, mentira, entre outros. Eles nunca se aposentam e os que ficam inválidos recebem um auxilio.

Doutrinas, ensinamentos e símbolos

As doutrinas da Igreja Universal do Reino de Deus derivam do que ensina a Bíblia, interpretada de maneira semelhante à de outras denominações cristãs evangélicas, em particular as de linha neopentecostal. Entretanto, existem particularidades importantes, como os sacrifícios espirituais e materiais, o caráter sobrenatural atribuído às celebrações do batismo por imersão e à Santa Ceia do Senhor. A igreja prega a "teoria da prosperidade", e em seus programas de televisão são constantemente exibidos os testemunhos financeiros. O logotipo da igreja, um coração vermelho e uma pomba branca dentro dela, significa ter o Espírito Santo dentro do coração das pessoas.
Cquote1.svg O Deus desse mundo é o dinheiro. Cquote2.svg
Frase de Edir Macedo, escrita no livro O Bispo - A História Revelada de Edir Macedo.
Quanto à organização eclesiástica, a igreja segue um modelo episcopal, que pode ser rudimentarmente comparado ao modelo empregado pela Igreja Católica. Cada congregação local da IURD conta com vários obreiros, que são subordinados aos pastores e encarregados de trabalhos menores, como o convite de pessoas à participação nos cultos, recepção das pessoas que chegam aos templos, visitas aos lares de enfermos e a hospitais, e auxílio aos pastores, durante os cultos ou não. Aos pastores cabe o serviço religioso no culto, a orientação dos obreiros e a administração da igreja local. Acima dos pastores estão os bispos, que regulam as linhas doutrinárias e supervisionam o trabalho dos pastores.
A IURD tem seus símbolos nas fachadas e nos interiores dos templos. Anteriormente usava a imagem de duas mãos juntas em oração, atualmente usa alternativamente algumas outras imagens, como um coração vermelho com uma pomba branca no interior, ou um candelabro judaico (menorá), ou ainda uma cruz. Faz uso de dois slogans: Jesus Cristo é o Senhor e Pare de Sofrer. A frase Jesus Cristo é o Senhor foi uma escolha de Edir, por rejeitar as denominações evangélicas da época, como a Nova Vida e a Cruzada do Caminho Eterno que continham em suas frentes o nome de Deus e o nome do fundador também. Ou seja, a glória vai para Deus e a outra pro homem segundo ele, e isso lhe causava náuseas. Para Macedo tinha que ser algo que representasse o movimento de fé em uma simples frase em que todos acreditavam.


Cada dia da semana é dedicado a uma reunião especial. Aos domingos e quartas-feiras ocorrem as reuniões principais, voltadas à busca do Espírito Santo. A segunda-feira é dedicada à área financeira, a quinta é o dia da terapia do amor que dá orientações na vida sentimental, sexta e terça são dias do culto da "libertação", mais conhecido como "sessão do descarrego" que liberta os demônios, a retirada da opressão e da possessão espiritual, entre eles outros demônios que segundo os pastores da IURD veem das religiões de origem afro-brasileiras e o sábado é reservado ao "jejum dos impossíveis" para aqueles que tem uma causa humanamente impossível de realizar ou conquistar.
Outras doutrinas também são pregadas em todas as igrejas da instituição que são a existência de um só Deus, formado pela Trindade Pai, Filho e Espírito Santo, a volta de Jesus Cristo pelo arrebatamento, a salvação da alma pela fé em Cristo ("sola fide"), a vida eterna após a morte, a Bíblia é uma escritura infalível escrita por homens divinamente inspirados por Deus, a existência do Céu e Inferno, o Juízo Final, é contra a veneração de imagens, a Igreja é a união universal de todos os cristãos fiéis, o batismo na águas por imersão, a cura divina, o batismo pelo Espírito Santo, os dons d'Ele, a Ceia do Senhor, o dízimo e as ofertas voluntárias e a prosperidade.
Estas doutrinas são semelhantes às de muitas outras confissões cristãs em geral, às evangélicas em particular e, mais especialmente, às de caráter pentecostal, exceto pela ênfase doutrinária dada à teologia da prosperidade. Teologia essa que é alcançada não apenas com a fé, mas também é preciso fazer os sacrifícios, que são os dízimos e as ofertas. Um dos pontos mais enfatizados pela igreja é também o chamado Nascer de novo. Diz a igreja que, quando a pessoa nasce novamente, uma nova criatura ela se torna, tudo se faz novo.
Com os pastores e bispos, a IURD mantém uma rígida organização e conduta, que segundo palavras de Edir Macedo "é parecido com um regime militar", e que eles não tem o direito de pecar, de ter carro, dinheiro, um descanso, moradia própria, lazer ou entretenimento, de acumular bens, lhes pertencem apenas a sua roupa e seu conjugue. A vida deles, não são mais eles que os guiam, e sim a obra de Deus. Suas vidas são de ajudar as outras pessoas.
A IURD usa a Bíblia traduzida pelo João Ferreira de Almeida, na versão revista e atualizada pela Sociedade Bíblica do Brasil, ou seja, não contém os sete livros apócrifos presentes na versão da bíblia católica. Foram excluídos:Tobias, Judite, I Macabeus, II Macabeus, Baruque, Sabedoria e Eclesiástico.
Os testemunhos também fazem parte da IURD, e são usados principalmente para fins de divulgações nos veículos de mídia da instituição, rádios, jornais, revistas, televisão, website, entre outros. O público alvo dessas publicações são pessoas que estão sendo atormentadas por algum tipo de problema, dando preferência àquelas que pertencem as classes média e baixa, e que buscam de algum jeito tornar a sua vida mais fácil. Os casos são relatados pelos próprios membros que frequentam os templos. Os problemas que eles relatam antes de frequentarem a IURD são de vários tipos de natureza, como a expiração de fenômenos como alucinações, delírios, o uso e o vício de diversos tipos de drogas, a restauração de laços familiares, sentimental e, principalmente, de um reencontro de sentido da vida. As publicações sempre contam casos de pessoas que sofriam e tiveram suas vidas transformadas. Após o recebimento desses milagres, o pastor convida essas pessoas a comparecer em algum templo da IURD para começar sua caminhada de libertação espiritual. A igreja se autodenomina como "Centro de Ajuda Espiritual", onde seu objetivo é buscar pessoas insatisfeitas e tenta atrair com suas doutrinas e ensinamentos espirituais.
No livro etnográfico A Igreja Universal e seus demônios de autoria de Ronaldo de Almeida, ele tenta acabar com o mito de que as pessoas só procuram a IURD por causa da omissão do Estado em relação ao seu dever de garantir o atendimento público de saúde para a população. Para Ronaldo, a Universal promete além do que o Estado e a medicina podem oferecer. A milagrosa cura de aids, de um câncer, de um sofrimento, entre outros, são tudo respostas mostradas à aflição do membro por meio das mídias de jornais, nos templos, rádios e televisão.

Dízimos e ofertas

Entre as práticas que lhe valem mais críticas estão a do dízimos que significa "a décima parte" de um todo e a das ofertas, costumes que fazem parte da Igreja Universal. No livro do O Bispo, Edir Macedo fala a respeito, dizendo que quem dá tudo recebe tudo de Deus. Segundo ele, isso é inevitável, é "toma lá, dá cá". Para ele trata-se de uma questão de lógica: se uma pessoa vem a um culto, é explorada e, em contrapartida, não recebe nenhum benefício, ela nunca mais voltaria para ser explorada novamente. Segundo palavras de Edir, a igreja cresce por que o povo é beneficiado. Caso contrário, jamais a IURD seria o que é hoje. Durante os cultos, a passagens na bíblia sobre dízimos e ofertas são constantemente repetidas, mais exatamente «Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida» (Malaquias 3:10). Para a Universal, dízimo não é somente monetário, mas sim a fidelidade, fé e amor incondicional do homem para com Deus. É pregado também, que, se a pessoa é dizimista, Deus promete também repreender, através do dízimo da pessoa, o demônio característico da miséria chamado de espírito devorador.
Edir Macedo disse que os dízimos e as ofertas são investimentos repassados à igreja. As pessoas dão não para ajudar a IURD mas à elas próprias. A Universal nunca recebe um patrimônio de alguma herança, ao contrário no que acontecem na Igreja Católica. Os recursos provenientes dos dízimos e das ofertas são usados para pagar as despesas da igreja, entre eles manutenção dos templos, as programações de rádio e televisão, folha de pagamento dos funcionários, aluguéis, ajuda de custo aos pastores e bispos, entre outros gastos. As lideranças das igrejas veem algo sagrado as ofertas e os dízimos, um sacrifício dos membros.
As movimentações dos dízimos e das ofertas são controlados com rigidez, a saída nunca deve prevalecer a entrada, pois se houver, a instituição recorre aos bancos, ou cortam gastos. Os bispos e pastores que não são os regionais são os que administram as contas das igrejas em são os que tem a responsabilidade desses recursos. Os membros, obreiros, pastores são quem fiscalizam as atitudes dos responsáveis. Qualquer um pode fazer denúncias de uma atitude suspeita. Os investimentos menores quem decide são os próprios bispos locais, e os de grande porte é o Edir Macedo junto com outros outros bispos da alta hierarquia.

Fogueira Santa de Israel

A igreja realiza semestralmente uma campanha denominada Fogueira Santa de Israel, ocorrida em todos os templos de propriedade da Igreja Universal do Reino de Deus no mundo. Pela doutrina da IURD, tal prática serve para exortar os membros sobre a importância do sacrifício. Com base nos sacrifícios judacos, a igreja interpreta que as ofertas - com exceção da oferta pela expiação de pecados já oferecida por Jesus - aproximam o homem a Deus. Os sacrifícios na Igreja Universal porém não são feitos com animais, mas é levado ao altar do sacrifício o equivalente monetário. De acordo com a teologia da prosperidade, a igreja ensina que a Fogueira Santa de Israel é a maior oportunidade tida por seus adeptos para conquistarem bençãos materiais e espirituais. Durante as reuniões, prega-se que, se a pessoa realizar um sacrifício considerado real e verdadeiro, o que se distingue de ofertas, irá alcançar os seus sonhos sobrenaturais. Os sacrifícios são atos de renunciar por conta própria de cada um a alguma coisa em troca de outra de maior valor. Além da renúncia econômica há também orientação de dedicação espiritual entre eles, os jejuns e orações durante as madrugadas. A igreja usa como exemplos bíblicos pessoas que sacrificaram a Deus e obtiveram resultados, geralmente Moisés, Gideão, Abraão, Elias e Jesus. Os sacrifícios oferecidos são feitos em dinheiro, entregues ao altar em uma data especificada pelos pastores. A igreja reproduz vários testemunhos de fiéis que disseram obter bençãos provenientes dos sacrifícios realizados no evento. Os pedidos, segundo a igreja, são queimados e enviados a Israel juntamente com os bispos e pastores da IURD.

Santa Ceia

A Santa Ceia é um celebração realizado em memória do sacrifício de Jesus, feito para estabelecer uma nova aliança entre o homem e Deus através de seu sangue derramado no Calvário para a remissão dos pecados de seus escolhidos.
O ritual na igreja é realizado com o pão e o suco de uva, representando o corpo e o sangue de Jesus. No passado, os filhos de Israel fizeram aliança com Deus através do sangue da aliança dos novilhos sacrificados, que foi aspergido sobre o povo por Moisés, então, Jesus propôs na Última Ceia uma nova aliança através de seu sangue representado pelo cálice com o fruto da videira.
Para a igreja, com base no capítulo 11 da primeira epístola de Paulo aos coríntios, quem decide se está apto ou não para participar da santa ceia é a própria pessoa, mas a igreja adverte que quem se abster, estará rejeitando a comunhão com o Espírito Santo, mas se participar, deverá deixar seus pecados e seguir os mandamentos para não quebrar o pacto com Deus e atrair maldição sobre si.

Trabalhos sociais no Brasil e no mundo

Além do trabalho evangélico, a igreja realiza obras de cunho social e assistencial nos países onde atua, principalmente no Brasil e em países da África e Ásia. Dentre estes trabalhos, que incluem a evangelização nos presídios e hospitais, "Grupo Jovem", a Associação Beneficente Cristã (ABC) - uma instituição filantrópica sem fins lucrativos fundada em 1994 sob o lema "Caridade não tem Religião" - é responsável pela distribuição de alimentos e atividades de serviço social, saúde e cidadania, e é sustentada sobretudo pela contribuição de membros da igreja. Os "Anjos da Madrugada" são voluntários que ajudam distribuindo cobertores e agasalhos, além de prover ajuda espiritual. Além disso também são feitas visitações à Fundação Casa, a comunidades carentes e outros locais. Há outros projetos visado a inclusão social, como o de combate às drogas e o "Jovem Nota 10", que prepara adolescentes para o mercado de trabalho. A "Gente da Comunidade" e a Escola Bíblica Infantojuvenil (E.B.I.) são outras formas de trabalho realizado por voluntários da igreja.
Também podem ser citados o "Projeto Nordeste" que é financiado pela IURD em parceria com empresas privadas, e responsável por manter a Fazenda Nova Canaã, localizada no município de Irecê, na Bahia. O projeto é um grupo de fazendas que tem como objetivo diminuir o sofrimento das vítimas da seca no sertão do nordeste, o principal objetivo é apresentar soluções regionais para as principais causas do subdesenvolvimento da região semi-árida. Inicialmente foram vários mutirões de ajuda ao projeto com a obtenção de recursos de vários voluntários, como por exemplo as doações dos direitos do álbum de estúdio do bispo Marcelo Crivella O Mensageiro da Solidariedade.
O "Projeto Dose Mais Forte", destinado ao combate ao uso de entorpecentes, com acompanhamento e recuperação de viciados, principalmente na cidade de São Paulo; o "Sule" (Supletivo Universal Ler e Escrever), criado em 1998 e destinado à alfabetização de menores carentes a partir de 14 anos, jovens, adultos e idosos, e o projeto "Força Jovem Brasil", voltado ao público jovem, com cursos, cultura e esportes. Ela também mantêm a Sociedade Pestalozzi de São Paulo desde 1992, uma instituição que cuida de crianças e adolescentes com deficiência intelectual.


No Brasil a Universal se mobilizou para ajudar os atingidos das enchentes de Santa Catarina no ano de 2008 através de doações de fiéis em todos os templos do estado, que se transformaram em pontos de entrega de mantimentos não perecíveis, bem como de arrecadação de roupas, produtos de higiene e outras doações. Pastores, obreiros e membros se encarregaram no trabalho voluntário. Em uma outra tragédia natural, as enchentes e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro em 2011, a IURD também participou dos trabalhos humanitários. Naquela oportunidade a igreja arrecadou mais de 32 toneladas de donativos para as vítimas, em produtos não-perecíveis, água mineral, colchões, roupas e calçados.
A IURD mantêm trabalhos sociais na África, como a distribuição de alimentos e de preservativos. A igreja ajudou seus membros após o Sismo e tsunami de Tohoku de 2011. Em Potugal, a Universal mantém o Lar Universal desde 2003 na capital Lisboa, um lugar de cuidados a dezenas de idosos, que conta também com espaço de atividades, recreações entre outros. O Lar tem uma equipe de médicos, enfermeiros e terapeutas ocupacional.
Há também vários outros projetos sociais. Ainda em Portugal, a IURD promoveu a "Caminhada da paz", uma passeata com membros da igreja a fim de promover a Palavra de Deus, O Grupo Calebe no Japão oferece apoio, orientações e palestras para pessoas acima de 60 anos. O "Se liga 16" é um grupo da Força Jovem Universal, cujo objetivo é levar aos adolescentes com mais de 16 anos bem como aos adultos, o conhecimento de seus direitos como direitos humanos, consumidor, informações sobre as leis trabalhistas e deveres como cidadãos. Eles também fazem palestras, trabalhos sociais, visitas em orfanatos, entre outros. Na tragédia da boate Kiss ocorrida em Santa Maria, 150 voluntários do Grupo Jovem, enviaram máscaras e luvas descartáveis além de oferecer mantimentos para as pessoas que estavam socorrendo as vítimas do incêndio. Outros 200 da IURD foram ao hospital da cidade para fazer a doação de sangue. Durante a ajuda do Grupo Jovem as vítimas do incêndio, o jornalista William Bonner entrevistou para o Jornal Nacional da Rede Globo um representante do grupo da igreja, após a direção da emissora perceber com quem William estava falando, a Globo não mostrou as imagens no programa.

Controvérsias

As controvérsias sempre fizeram parte do histórico da Igreja Universal, em especial no ano de 1992, quando Edir Macedo foi preso após o Ministério Público denunciar o líder da Universal por "delitos de charlatanismo, estelionato e lesão à crendice popular". Após ficar onze dias detido, Macedo foi solto e livrou-se das acusações. A foto de Macedo na prisão virou capa de sua biografia autorizada O Bispo - A História Revelada de Edir Macedo, lançada em 2007. Segundo o atual advogado da igreja Arthur Lavigne, todas as outras acusações contra Edir Macedo, isso desde 1992, foram arquivadas por falta de provas. Lavigne também questionou uma suposta divergência nos dados da Receita Federal brasileira e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras(COAF) que foi mostrados durante as acusações. Houve também denúncias arquivadas no Supremo Tribunal Federal, a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil. Para ele "estas acusações criminosas nem merecem resposta".
Em uma matéria publicada pelo New York Post em 2000 são feitas críticas à forma como a Universal age nos Estados Unidos. Em depoimento o ex-pastor Mario Justino que disse que durante uma década de pregação para a Igreja Universal no Brasil, Portugal e Brooklyn, seus superiores o encarregaram de dizer às pessoas: "Se você não dá, Deus não olha para os seus problemas."
Com base em uma denúncia do então deputado estadual de São Paulo Afanasio Jazadji, a Polícia Federal abriu em 2007 investigação contra Macedo pela suposta prática de crimes de falsidade ideológica contra a fé pública, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Ainda naquele ano, uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo apontava que Macedo era o maior detentor de concessões na mídia eletrônica brasileira, com 23 emissoras de TV, entre elas a geradora da Rede Record, e 40 de rádio, e que a extensão financeira do conglomerado, registrada no então paraíso fiscal da Ilha de Jersey, serviria para "lavagem de dinheiro" dos dízimos recebidos pela Universal.
Em 2009 a Justiça brasileira aceitou denúncia do Ministério Público Federal paulista contra Edir Macedo e mais nove integrantes dessa entidade religiosa pelas acusações de formação de quadrilha e de lavagem de dinheiro, suspeitos de se apropriarem ilegalmente de dízimos e de ofertas de fiéis, usando o dinheiro coletado para construir um patrimônio pessoal e comprar emissoras de televisão e rádio. A denúncia baseou-se em uma apuração da movimentação financeira da IURD ao longo de seus mais de 30 anos de existência. A investigação iniciada em 2007 levou à quebra judicial dos sigilos bancário e fiscal da Igreja Universal e levantou o patrimônio acumulado por seus dirigentes entre 1999 e 2009 - já que, mesmo isentas de pagar impostos, as organizações religiosas são obrigadas a declarar o volume de recursos e bens doados que receberam de seus fiéis. Segundo a investigação, ao menos 50 empresas, como emissoras de rádio e TV (em especial a Rede Record), gráficas e agências de turismo controladas direta ou indiretamente por integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus são beneficiadas por doações feitas por fiéis em todo o país.
Segundo a Receita Federal, a IURD arrecada aproximadamente 1,4 bilhões de reais por ano. Por ser oficialmente uma instituição sem fins lucrativos, a Igreja Universal tem imunidade fiscal ao recolhimento do Imposto de Renda - em tese, os recursos arrecadados pela igreja, como o dízimo, e portanto não tributados, deveriam ser usados exclusivamente em obras assistenciais. Por isso, a instituição tem sido alvo de investigação por suposto desvio do dízimo dos fiéis para empresas do líder da Igreja Universal e pastores ligados à instituição religiosa. De acordo com a Promotoria, valores obtidos de fiéis da Universal foram remetidos para empresas no Brasil e depois para companhias com sede nas Ilhas Cayman. Em 20 de outubro de 2010 o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), anulou todas as acusações feita pelo Ministério Público contra a IURD e seus representantes por ser ilegal a investigação conduzida pelos promotores do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado. Mas em outubro de 2010 Ari Pargendler, ministro presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acolheu denúncia da Procuradoria Geral de Justiça de São Paulo e restabeleceu um pedido de auxílio direto encaminhado à Promotoria de Nova York para rastreamento de dados bancários e fiscais da Igreja Universal do Reino de Deus nos Estados Unidos. Contra a iniciativa de Mazloum, os advogados da igreja ingressaram com mandado de segurança, acolhido pela presidência do TJ, que tornou sem efeito o acordo sob argumento de que tal medida deveria ter respaldo e autorização judicial no Brasil, porque envolve quebra de sigilo.
Em 2010 a Promotoria de Justiça de Nova York acusou a tesoureira da Igreja Universal do Reino de Deus nos EUA, Regina da Silva, de fraudes e falsificações para obter empréstimos hipotecários de mais de US$ 22 milhões. Seu advogado disse na audiência que ela cumpriu com a maior parte das exigências legais para assegurar as hipotecas e argumentou que Silva não foi a beneficiária das transações, mas sim a própria IURD, segundo relato do New York Post. O promotor de Nova York, Cyrus Vance, disse que "fraude é sempre errada, mas é especialmente escandalosa quando os criminosos fazem uso de organizações religiosas, tribunais e agências estatais em seus esquemas". Para os promotores, ela enganou o governo e o Signature Bank ao fraudar solicitações de empréstimos em nome da denominação.
A IURD foi excluída da Aliança Evangélica Portuguesa em 1992. Desde 1995 a Federação de Entidades Religiosas Evangélicas da Espanha (Ferede) não reconhece a igreja como uma denominação evangélica. Em 1997, a Câmara dos Representantes da Bélgica descreveu a denominação, segundo ela, como uma "associação criminosa, cujo único objetivo é o enriquecimento... uma forma extrema de mercantilismo da fé", cujas "atividades na Bélgica pode ser apenas uma fachada para ocultar atividades ilegais". Em Luxemburgo recaiu sobre a igreja a suspeita de que "está também envolvida em lavagem de dinheiro".
A igreja também contracenou controvérsias com o ex-bispo da IURD e atual fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago. A Rede Record e a Folha Universal, publicaram uma reportagem denunciando a compra de fazendas na região do Pantanal brasileiro, em que Santiago teria feito com dinheiro dos fiéis da Mundial. Em contrapartida Valdemiro criticou os recursos proveniente de dízimos e ofertas dos fiéis que a Igreja Universal repassa à Rede Record. Segundo uma reportagem publicado pela Folha de S. Paulo, há uma estimativa que 30% dos frequentadores da Igreja Mundial vieram da IURD. Esse número conta também os pastores que foram atraídos pela remuneração que a Mundial oferece. Valdemiro exercia na Universal o seu trabalho missionário na África pesando mais de 150 quilos na época.
Na Angola, a IURD se manteve fechada por 60 dias em todos os seu 230 templos e 500 mil fiéis ficaram proibidas de frequentar a igreja naquele país, isso por causa da morte de 13 pessoas na "Vigília do Dia do Fim" realizada em 31 de dezembro de 2012 no país africano. A reunião foi feita no Estádio da Cidadela e as autoridades alegam que no momento do acidente, o estádio estava com superlotação estimada em mais de 150 mil pessoas, onde a capacidade do lugar era de no máximo 30 mil. Houve também a detenção de vários pastores da Universal em diversas partes da Angola. O motivo do fechamento dos templos, foi a alegação que a Universal, bem como outras denominações neopentecostais estão em situação irregular. Em contrapartida, em nota oficial, a IURD afirma que está em situação regular e está dando apoio à todas as investigações e as vítimas.
Segundo uma publicação feita pela revista Forbes indicou Edir Macedo como o pastor mais rico do Brasil, tendo estimado seu patrimônio em janeiro de 2013 em quase 2 bilhões de reais. A igreja e o Edir Macedo contestam e afirmam em nota que, embora a Rede Record seja de sua propriedade, Macedo não seria remunerado nem participaria de lucros ou quaisquer outros recursos financeiros proveniente da emissora. Seu único sustento viria da igreja através da "ajuda de custo" paga a pastores e bispos pela instituição e dos direitos autorais dos livros de sua autoria.
A forma de arrecadação de recursos da Universal é maior em comparação de outras denominações. Segundo Ricardo Mariano, foi feita uma pesquisa que apontou que num determinado mês de 1994, o estudo mostrou que os adeptos da Universal davam mais e em maior proporção do que os da Assembléia de Deus: 27% dos fiéis da IURD fizeram doações que ultrapassaram o valor do dízimo contra apenas 14% dos assembleianos; 17% dos seguidores da Universal doaram quantias menores que o dízimo contra 25% da Assembléia; 24% dos primeiros não deram contribuição alguma contra 33% (um terço) dos últimos; houve um empate apenas entre os que doaram um valor equivalente ao dízimo: 24% e 23%, respectivamente. Mariano disse que a eficácia da arrecadação, se deve na maioria das vezes sua agressividade, insistência e incomparável habilidade persuasiva.

Controvérsias com as religiões afro-brasileiras

A IURD tem sido protagonista de diversas polêmicas e atritos com outros grupos religiosos, em especial as religiões da cultura afro-brasileira como o candomblé e a umbanda. Edir Macedo e outros pastores da Universal já foram acusados de intolerância contra essas crenças. Em 2005 a Justiça brasileira determinou a retirada de circulação de todos os exemplares do livro Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios?, de autoria de Macedo, por conta, segundo a juíza Nair Cristina de Castro, de seu teor preconceituoso. Mas um ano depois o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, liberou a venda com a justificativa de que a proibição contraria o princípio da liberdade de expressão, garantido pela Constituição Federal Brasileira.
Após realizarem críticas ao candomblé no programa "Ponto de Luz", exibido pela TV Record de Salvador, o bispo Sérgio Santos Correa e os pastores Gilberto Muniz Pereira e Marco Aurélio Trindade foram denunciados por discriminação religiosa pelo Ministério Público da Bahia em abril de 2003. No programa, uma suposta ex-mãe-de-santo afirmou ter feito um "trabalho" de macumba para matar um desafeto e este, conforme a mulher, teria morrido. Vários praticantes do candomblé declararam que tiveram terreiros atacados por evangélicos e acusaram a Igreja Universal de incitar esses atos.
A igreja também sofreu condenações em 2008 do STJ devido a um processo de herdeiros da ialorixá baiana Gildásia dos Santos por intolerância religiosa. A IURD teve que pagar mais de R$ 145 mil, sendo R$ 20.750 para cada um. O processo se deu por conta de uma publicação do jornal Folha Universal intitulada "Macumbeiros charlatões lesam o bolso e a vida dos clientes".
Cquote1.svg "Com nomes bonitos e cheios de aparatos, os demônios vêm enganando as pessoas com doutrinas diabólicas. Chamam-se orixás, caboclos, pretos velhos, guias, espíritos de luz, entre outros. Dizem-se ser exus, erês, espíritos de crianças, médicos famosos, poetas famosos, etc., mas na verdade são anjos decaídos" Cquote2.svg
Edir Macedo no livro Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios?.
Segundo vários autores, a IURD trava um "conflito religioso" ou uma "guerra espiritual" com essas religiões. Segundo a estudiosa Patrícia Birman, a igreja está na frente desse processo. E que o principal objetivo é conquistar maior número possível de novos membros. No livro Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios?, Edir Macedo, afirma que, todos os males, doenças, misérias, entre outros são causados pelos mesmos demônios que nas religiões afro-brasileiras cultuam. A Universal afirma que a Umbanda, Quimbanda, Candomblé e o espiritismo geralmente, são os principais meios de atuação dos demônios, principalmente no Brasil. Ricardo Mariano no livro Neopentecostalismo: os pentecostais estão mudando publicado em 1995, diz que a doutrina contraria a essas crenças, tornou-se um de seus principais pilares doutrinários da denominação evangélica. Os centros são uma "morada de demônios"; seus deuses são classificados como "espíritos malignos", seus cultos são "rituais do demônio"; seus líderes religiosos "serviçais do diabo"; seus fiéis e clientes "pessoas ignorantes que caíram na armadilha de satanás". A igreja faz o processo de libertação de seus fiéis, o chamado exorcismo, só para assim, alcançarem os milagres.

Controvérsias com Igreja Católica

A IURD apresenta um grande contraste com a Igreja Católica, tendo discordâncias nas doutrinas e seu fundador Edir Macedo, já declarado que "a Igreja Católica é uma desgraça para o Terceiro Mundo" e que o Papa é "exclusivamente um político". Esse enfrentamento se manifestou de diversas formas, até mesmo em disputas eleitorais.
Em 12 de outubro de 1995, data em que os católicos celebram Nossa Senhora Aparecida, o então bispo da Igreja Universal Sérgio Von Helde chutou e deu socos em uma imagem da santa, durante os programas "Despertar da Fé" e "Palavra da Vida", da Rede Record. Edir Macedo disse que a atitude do chute na imagem foi um erro, o maior erro da instituição. Após esses acontecimentos, Macedo entrou pelo ar na rádio e na televisão pedindo desculpas pelas atitudes de Sérgio. Várias queixas em delegacias e fóruns foram feitos contra Von Helde. Essa atitude atrasou o trabalho da igreja em 10 anos, segundo Edir. A Rede Record sofreu vários cancelamentos de contratos e membros no México e na Espanha diminuíram consideravelmente. Esse episódio foi interpretado como ultraje à Igreja Católica e a outras religiões. Obreiros foram proibidos de andar com o uniforme na rua e vários membros foram expulsos de suas casas. Em 2006 Sérgio foi punido pela instituição após ter maltratado outros pastores em Nova York, logo depois ele pediu pra sair do cargo.
A igreja também entra em controvérsia com o Vaticano sobre a distribuição de preservativos. A Igreja Universal é favorável ao uso de camisinhas e outros métodos de prevenção. A IURD tem trabalhado com mais intensificamente no continente africano, aonde número de infectados pela AIDS é grande. "Nós não podemos evitar que as pessoas tenham relações sexuais. Distribuindo camisinhas, estamos fazendo um trabalho social. A legalização do aborto vem sendo abordada de forma ainda mais aberta.", diz o Edir Macedo.

Controvérsias com a Rede Globo e com outras mídias no Brasil

A Igreja Universal, juntamente com a Rede Record e a Folha Universal, principais meios de comunicação ligados à instituição, já tiveram inúmeros conflitos editorias com várias outras imprensas no Brasil, entre eles o portal UOL, a revista semanal Veja, o jornal Folha de S. Paulo e em especial com a Rede Globo. Edir Macedo afirmou em uma edição da revista Istoé, que a emissora carioca é um dos maiores inimigos da Universal.
Em 1995 a Rede Globo apresentou uma reportagem na qual Edir Macedo ensinava pastores a convencer fiéis a doar dinheiro para a Igreja Universal. Um vídeo foi veiculado pelo site YouTube, no qual Edir Macedo afirma que os pastores têm de ser firmes ao pedir doações: "Tem de ser assim: Você vai ajudar na obra de Deus. Se não quiser ajudar, Deus arrumará outra pessoa para ajudar. Ou dá ou desce". O bispo apresentou pedido para que o vídeo fosse retirado do ar, mas teve a solicitação negada pela justiça.
Recentemente, tais acusações voltaram a ser repetidas. A Igreja Universal montou uma equipe que orienta seus fiéis a mover ações judiciais contra jornais que publiquem reportagens negativas sobre a entidade religiosa. Isso aconteceu após a Folha de São Paulo publicar a notícia que uma das empresas, a Unimetro, estaria ligada à empresa Cableinvest, registrada no paraíso fiscal da ilha de Jersey, havendo a suspeita de que dízimo estava sendo depositado neste paraíso fiscal. Os jornais Extra (do Rio de Janeiro), A Tarde (da Bahia) e dois profissionais desses veículos receberam ações por parte de pastores da igreja, por terem noticiado o ato de vandalismo em uma igreja católica por um membro da IURD.
Em contrapartida, a Rede Record e a Folha Universal começaram a entrar em controvérsia com a Globo publicando partes do documentário televisivo britânico Beyond Citizen Kane, dirigido por Simon Hartog e exibido em 1993 pelo Channel 4. O documentário mostra as relações entre a mídia e o poder no Brasil, focando na análise da figura de Roberto Marinho. O mesmo foi publicado em várias edições do jornal da igreja e no site Arca Universal.
Em agosto de 2009 houve um extenso conflito entre a Record e a Rede Globo, com sete dias seguidos de acusações e denúncias em seus principais telejornais diários e semanais. O Jornal da Record e o Jornal Nacional levaram ao ar reportagens ao mesmo tempo. A Record chegou a reservar mais de 20 minutos para atacar a sua concorrente e mostrou um programa especial de aproximadamente uma hora de duração no Domingo Espetacular, que incluía um depoimento de Edir Macedo sobre as acusações. Nele, a Record ligou as Organizações Globo com a ditadura militar brasileira e afirmou que um promotor responsável pelas investigações da igreja já havia sido suspeito de beneficiar a emissora carioca. Segundo uma reportagem do Jornal Nacional, um relatório da polícia afirmou que o dinheiro das doações dos fiéis seria injetado na emissora, sendo maquiado pela compra de espaço publicitário com um preço acima do mercado.

Posicionamento sobre o Aborto

A IURD é possivelmente a única igreja cristã dentro do núcleo católico e protestante que apóia o aborto induzido. Essa posição não é declarada por dogmas da referida igreja, entretanto, após publicação de sua biografia e entrevistas sobre o livro, o Bispo Edir Macedo, líder da igreja, declara que seria o referido método uma alternativa contra a violência. "Sou a favor do direito de escolha da mulher. Sou a favor do aborto, sim. A Bíblia também é, diz o bispo Edir Macedo, usando como base bíblica uma passagem do livro de Eclesiastes.
Cquote1.svg Se alguém gerar cem filhos e viver muitos anos, até avançada idade, e se a sua alma não se fartar do bem, e além disso não tiver sepultura, digo que um aborto é mais feliz do que ele; pois debalde vem o aborto e em trevas se vai, e de trevas se cobre o seu nome Cquote2.svg
Eclesiastes 6.3
O bispo defende a ideia de que muitas mulheres põem suas vidas em risco ao procurar realizar um aborto de forma ilegal, sem assistência médica. Segundo o bispo, a lei não evita que a mulher aborte, mas faz com que elas procurem as maneiras mais impróprias para o ato. O bispo também diz que é uma hipocrisia apontar o pecado de quem aborta, sendo que o erro começa na banalização do sexo, na desinformação, e nos inúmeros fatores que levam um casal a se relacionar, e que as crianças acabam sendo abandonadas no mundo à própria sorte pela inconsequência e irresponsabilidade de adultos despreparados.
Cquote1.svg Permitir que uma criança indesejada venha ao mundo em uma família desestruturada, sem condições de lhe oferecer uma vida minimamente digna, expondo-a à violência, maus tratos, perda da autoestima e tantas outras mazelas, não significa dar um ser à luz, mas sim condená-lo à morte Cquote2.svg
Bispo Macedo
Nas primeiras semanas de transmissão da Record News, uma das propagandas veiculadas foi o direito de escolha da mulher em fazer o aborto induzido.
Entre os argumentos pró-aborto à Folha de São Paulo, relata sobre a posição do líder da IURD: “O que é menos doloroso: aborto ou ter crianças vivendo como camundongos nos lixões de nossas cidades, sem infância, sem saúde, sem escola, sem alimentação e sem qualquer perspectiva de um futuro melhor?”
E associa a prática do aborto ao planejamento familiar e defende que tal prática diminuiria a violência no país, no qual ele diz "Por que a resistência ao planejamento familiar? Acredito, sim, que o aborto diminuiria em muito a violência no Brasil, haja vista não haver uma política séria voltada para a criançada."
Tal atitude, obteve inicialmente reação dos grupos de apologética cristã, entre eles o CACP publicou matéria com posicionamento do líder Edir Macedo, defensor do aborto induzido e do uso de embriões humanos pela medicina.Posteriormente, a Record também assumiu tal posicionamento. Em entrevista à Veja, o vice-presidente da Record disse que a posição da emissora de TV era orientação do líder Edir Macedo. O vice-presidente da emissora disse "Foi uma orientação direta do senhor Edir Macedo, que nos pediu que conscientizássemos a sociedade da importância da mulher poder decidir sobre seu próprio destino”.
Flávio Martinez se diz contrário sobre a posição de Edir de defender o aborto, e defende que nada do que está escrito na Bíblia é de dar o direito da mulher ao aborto. E conclui que, cabe ao Macedo explicar com maiores detalhes sobre esse opinião dele.

Ligações políticas e atividades paralelas de seus integrantes

O começo da IURD na política começa em 1986, no Rio de Janeiro, com o apoio aos candidatos à Assembleia legislativa e à Câmera Municipal da capital fluminense. Em 2005, oriundo da ideia de se unir grupos evangélicos e sobretudo a Igreja Universal, surgiu o Partido Municipalista Renovador, mais tarde, Partido Republicano Brasileiro (PRB) - do qual era filiado o católico ex-vice-presidente da República do Brasil José Alencar. O PRB, quando fundado, afirmou ser um partido laico. Vários bispos e pastores da Universal têm se candidatado a cargos políticos pelo PRB. Entre eles o bispo Marcelo Crivella, Ministro da Pesca e antigo candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, e o Bispo Antônio Bulhões. Em 2012 Celso Russomano tornou-se candidato a prefeito de São Paulo pelo partido, mas não à igreja, no entanto foi apoiado pela IURD e por outras denominações evangélicas, como a Assembleia de Deus e a Igreja Renascer em Cristo.
O bispo Marcelo Crivella, também foi candidato a prefeitura do Rio de Janeiro, mas nunca tomou posse. O fato da derrota, segundo Edir Macedo, foi a falta de mais recursos financeiros a sua candidatura e pelo fato das denúncias de Carlos Rodrigues, ex-dirigente da IURD com o Escândalo do Mensalão.
Em Portugal no ano de 1995, a então recente e crescente IURD portuguesa criou o Partido da Gente. Apesar de a Constituição da República Portuguesa proibir partidos religiosos, o Tribunal Constitucional português não o proibiu.


O bispo Macedo apoiou a candidatura do ex-presidente do Brasil Fernando Collor de Mello. Além de ser o primeiro chefe de estado que teve um relacionamento direto. Edir começou a fazer pessoalmente propaganda eleitoral de Collor. Chegou a ser fotografado junto com ele. Antes da eleição, Macedo pediu para Fernando que se eleito, fazer uma oração no dia da posse. Após a sua posse, Mello ignorou o pedido do bispo.
A relação com o até então presidente Fernando Henrique Cardoso foi mais distante, o encontro mais próximo de Edir com integrantes do PSDB foi em um escritório da IURD em Brasília com o ex-deputado federal José Roberto Arruda, nessa reunião foi esteve presente o ex-deputado federal e ex-bispo da igreja Carlos Rodrigues. O bispo Macedo não aprovava a administração de Fernando Henrique. Macedo não gostou da falta de diálogo do ex-presidente com a Igreja Universal. A IURD apoiou a primeira candidatura de Fernando em 1994.
Carlos Rodrigues iniciou junto com Edir o trabalho da IURD ainda quando situava-se em um coreto no bairro de Méier no Rio de Janeiro em 1977. Ele foi expulso da IURD em 2004 e renunciou o cargo em 2005. Além de Carlos, outros 10 deputados federais ligados à igreja e denunciados no envolvimento com o Mensalão também foram expulsos da Universal. Edir afirmou que as regras de disciplina e moralidade valem para todos da Universal, sem exceção. Mas Macedo também confessou que sua saída na época foi uma grande perda e de momentos difíceis para ele.


Em 2009, Rodrigues voltou a instituição, mas sem o cargo de bispo, e no comando de locutor da rádio Nova AM. Em 2012 ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal por seis anos e três meses de prisão e mais de 290 dias-multa no valor de 10 salários-mínimo pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do mensalão.
Com Luiz Inácio Lula da Silva a relação foi mais estreita com Edir Macedo, com vários encontros ocorridos antes e durante a posse do ex-presidente. Lula se apresentou contrário a prisão de Macedo em 1992 além de ter defendido o seu ministérios."Acho um absurdo a prisão sob o argumento de que o bispo está enganando as pessoas com sua religião. As pessoas têm fé naquilo que querem ter fé", dia Luiz.
Durante a Posse de Dilma Rousseff, representantes da Rede Record, incluindo Edir Macedo foram convidados durante a cerimônia da presidenta. Quando Dilma iria cumprimentar a cúpula da emissora entre eles o Bispo Macedo, a rede Globo cortou o sinal momentos antes e no horário preferiu colocar imagens de arquivos do Caldeirão do Huck. Já a Globo News, que também faz parte das Organizações Globo, mostrou o começo da chegada de Edir e de Alexandre Raposo, presidente da Record, que foi nomeado como "agente do cerimonial", mas momentos depois a emissora de notícias cortou o link ao vivo quando o Bispo estava apertando a mão de Dilma para no lugar mostrar o avião que o até então presidente Lula iria usar para voltar para São Paulo. Segundo a direção da Globo, não foi a intenção de cortar de propósito a hora dos líderes da Record na posse da presidente e que o horário já estava previsto, bem como feito em 2002 de interromper as transmissões logo após o discurso no planalto.
Diversos de seus membros, na maioria bispos, incluindo o próprio Edir Macedo, que em 1989 comprou a Rede Record por 45 milhões de dólares e quitou outros 300 milhões de dólares de dívidas que a emissora tinha, com a emissora paulista passando a transmitir programas religiosos em boa parte de sua programação, possuem emissoras de TV e rádio, jornais (como os diários Hoje em Dia, de Belo Horizonte, e Correio do Povo, de Porto Alegre), gráficas (Ediminas e Universal), além de quatro empresas de participações (que são acionistas de outras empresas), uma agência de turismo, uma imobiliária, uma empresa de seguro saúde.
A IURD ainda possui uma empresa de táxi aéreo, a Alliance Jet. Entre as empresas de comunicação, são 23 emissoras de TV (integrantes das redes Record, Record News, a Rede Família e a IURD TV), além de 40 emissoras de rádio registradas em nome de um grupo de pastores, além de arrendar outras 36 emissoras de rádios que integram a Rede Aleluia.
Houve também integrantes da IURD que ingressou na carreira artística, entre eles o bispo Marcelo Crivella que já lançou mais de 15 álbuns de estúdio, sendo um certificado pela ABPD com disco de platina duplo pelo disco O Mensageiro da Solidariedade lançado em 1999. O ex-bispo da igreja Gerson Cardozo também lançou vários álbuns de estúdio quando estava na IURD. Em sua carreira já foi certificado com dois discos de ouros pela ABPD, com mais de 100 mil cópias vendidas cada disco.

Fonte: Wikipédia






0 comentários

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...