Como sei o que é uma seita?

Estudo retirado do site do Ministério CACP

Igreja em Belém faz ceia para moradores de rua

A ação foi desenvolvida por voluntários da Assembleia de Deus

OEstátua de faraó encontrada em Israel pode comprovar relatos do Livro de Josué

Arqueólogos ainda não identificaram quem é retratado na peça encontrada em Hazor

Pastor fecha igreja e evangeliza nas ruas

Carlos Zacarkim afirma que “enquanto Deus não mandar parar, sigo firme”

Arqueólogo confirma a existência de 53 personagens bíblicos

Argumentos incontestes atingem quem defende que “Bíblia é ficção”

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Hoje é Dia da Reforma Protestante!

Em 31 de outubro de 1517, Martinho Lutero deu início ao movimento protestante 
por Jarbas Aragão


Dia 31 de outubro de 1517 foi a data escolhida por Martinho Lutero para divulgar suas 95 teses contra o papa e a Igreja Católica. Era o início da Reforma Protestante, que gerou o movimento evangélico. Já leu as teses? 
Pregadas na porta da Catedral da cidade Wittenberg, Alemanha, os argumentos do ex-monge Lutero não pediam que a Igreja se dividisse, mas que passasse por uma reforma teológica, abandonando práticas que contrariavam as Escrituras Sagradas. Rejeitadas pelo Vaticano, foram o início do que seria mais tarde a Igreja Luterana.
Entre as propostas de Lutero estava a de traduzir a Bíblia para que todos pudessem conhecer a Palavra de Deus. Até então isso era privilégio do clero. Foi uma verdadeira revolução no cristianismo. Lutero baseava-se em “5 pilares” que são usados até hoje para definir a fé protestante: “Somente a Escritura, somente a Fé, somente a Graça, somente Cristo e Glória somente a Deus”.
Os ideais se espalharam pela Europa e encontraram eco em vários movimentos similares. Essa é a raiz das igrejas evangélicas que se espalham por todo o mundo até hoje. Embora pouco divulgada pelas igrejas no Brasil, o fato é que a Reforma ajudou a mudar a história.
Prestes a completar cinco séculos, a Reforma continua inspirando milhares de cristãos no mundo inteiro. Em 2012, foi lançada pelo evangélico Orley José da Silva a campanha “500 anos de Reforma, 100 milhões de evangélicos no Brasil”.
Segundo Orley, o número de evangélicos no Brasil hoje gira em torno de 50 milhões. Sua proposta é que cada crente do país se esforce para “evangelizar uma pessoa não cristã, levá-la a decidir-se por Cristo e a discipular” até 31 de outubro de 2017. Assim, no aniversário de 500 anos da Reforma teremos 100 milhões de evangélicos no Brasil. “É claro que somente isto não basta, precisamos urgentemente de um reavivamento bíblico, que reflita profundamente na espiritualidade, na moral e na ética, primeiro da igreja e depois da sociedade”, esclarece.
 Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Pesquisa mostra as heresias mais comuns nas igrejas modernas

Levantamento da Lifeway mostra que evangélicos não conhecem doutrinas básicas do cristianismo
por Jarbas Aragão




A mais recente pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas LifeWay é intitulada “Americanos acreditam no céu, inferno e em algumas heresias”. Encomendada pela Ligonier Ministries e publicada ontem (28), recebeu destaque em vários sites de conteúdo evangélico.
O material revela que muitos evangélicos americanos têm opiniões “heterodoxas” sobre a Trindade, a salvação, e outras doutrinas. Segundo os padrões dos conselhos mais importantes da Igreja primitiva, essas posturas seriam consideradas heréticas.
Os pesquisadores fizeram 43 perguntas sobre fé, abordando temas como pecado, salvação, Bíblia e vida após a morte. A pesquisa feita com 3 mil pessoas tem uma margem de erro de 1,8% e seu nível de confiança é de 95%.
As principais conclusões do estudo são que embora a imensa maioria – 90% dos evangélicos e 75% dos católicos – acredite que o céu é um lugar real, cerca de 19% dos evangélicos (67% dos católicos) acreditam que existem outros caminhos para chegar lá que não seja através da fé em Jesus.
Por outro lado, 55% dos evangélicos dizem que o inferno é um lugar real, contra 66% dos católicos. Na média, os americanos não parecem muito preocupados com o pecado ou em irem para o inferno depois de morrer. Dois terços (67%) dizem que a maioria das pessoas são basicamente boas, apesar de todos os seus pecados. Apenas 18% acredita que até mesmo pequenos pecados podem resultar em condenação eterna, enquanto pouco mais da metade (55%) dizem que Deus tem “um lado irado”.
A importância desse tipo de levantamento é a grande influência que a igreja americana tem sobre a maioria das igrejas do mundo ocidental. Segundo Stephen Nichols, diretor acadêmico da Ligonier, os dados mostram “um nível significativo de confusão teológica”. Muitos evangélicos não têm visões em harmonia com a Bíblia sobre Deus ou os seres humanos, especialmente em questões de salvação e do Espírito Santo, acrescentou.
Alguns pontos têm variação expressiva dependendo da tradição teológica a que a pessoa entrevistada pertence. Porém, em algumas questões os resultados surpreendem. Em alguns casos, o problema parece ser mais a falta de informação.
Menos da metade (48%) acredita que a Bíblia é a Palavra de Deus, sendo que 50% dos evangélicos e 49% dos católicos dizem que ela é “útil, mas não uma verdade literal”.
visao teologica sobre a biblia Pesquisa mostra as heresias mais comuns nas igrejas modernas
Ao mesmo tempo, por exemplo, apenas 6% dos evangélicos acham que o “Livro de Mórmon” é uma revelação de Deus, enquanto outros 18% “não tem certeza e acham que pode ser”. Possivelmente desconhecem que os mórmons são uma seita e que, para eles, Jesus e o Diabo são irmãos, filhos do Deus-pai, que vive em outro planeta.
Perguntados sobre a natureza de Jesus, um terço (31%) disse que Deus, o Pai é mais divino do que Jesus, enquanto 9% não tinham certeza. Além disso, 27% dizem que Jesus foi a primeira criação de Deus, e outros 11% não tinham certeza.
tabela jesus e deus Pesquisa mostra as heresias mais comuns nas igrejas modernas
No segundo e terceiro século, proeminentes teólogos e líderes da igreja debateram por muito tempo sobre a natureza. O concílio ecumênico da Igreja em Nicéia, no ano 325, e o concílio ecumênico de Constantinopla, em 381 declararam sua rejeição a qualquer ensinamento que defendia que Jesus não era um com o pai, da mesma substância. Logo, tratar Jesus como um ser criado e menor que Deus-Pai não é um ensinamento cristão, embora permaneça sendo ensinado por seitas como os mórmons e os Testemunhas de Jeová.
Na mesma época, concílios ecumêmicos também esclareceram que a Trindade era composta por Pai, Filho e Espírito Santo, sem diferença de essência ou hierarquia entre eles. Quando questionados sobre a pessoa do Espírito Santo, os evangélicos de 2014 revelam posturas ainda problemáticas. Mais da metade (58%) disse que o Espírito Santo é uma força, não uma pessoa. Enquando 7% disse não ter certeza. Sobre o Espírito Santo ser menos divino do que Deus Pai e Jesus, 18% concordaram e o mesmo percentual respondeu “não sei”. Já dois terços dos católicos (75%) responderam acreditar que o Espírito Santo é apenas uma “força divina”.
tabela espirito santo Pesquisa mostra as heresias mais comuns nas igrejas modernas
A natureza humana e a salvação são outras áreas que mostram confusão nas respostas. Dois em cada três evangélicos (71%) dizem que uma pessoa será salva se buscar a Deus primeiro, e depois Deus responde com sua graça. Uma percentagem semelhante (67%) disse que as pessoas têm a capacidade de se converter a Deus apenas por sua própria iniciativa. Ao mesmo tempo, mais da metade (56%) disse que as pessoas têm de contribuir para a sua própria salvação.
tabela graca Pesquisa mostra as heresias mais comuns nas igrejas modernas
Essa parece ser a questão que ainda suscita mais debate. A tradição mais comum entre católicos romanos, ortodoxos e aguns ramos protestantes defende que os seres humanos cooperam com a graça de Deus na salvação. O ensinamento cristão histórico em todos os ramos é que qualquer ação por parte do homem será apenas uma resposta à obra do Espírito de Deus.
Ao serem perguntados sobre a igreja local, 52% acreditam que não há necessidade de pertenceram a uma igreja, pois buscar a Deus sozinho tem o mesmo valor que a adoração comunitária. Ao mesmo tempo, 56% disseram crer que o sermão do pastor não tem “qualquer autoridade” sobre eles. Quarenta e cinco por cento dos entrevistados acredita que tem o direito de interpretar as Escrituras como quiserem.

Teólogos comentam

A revista Christianity Today consultou teólogos sobre os resultados da pesquisa. Para Nichols, a Ligonier apenas está verificando o que muitos pastores já sabem: as pessoas não conhecem sua fé a fundo.
Timothy Larsen, professor do pensamento cristão no Wheaton College, afirma que isso só poderá ser revertido com mais discipulado bíblico. John Stackhouse, professor de teologia no Regent College, em Vancouver, é enfático: “Um sermão no domingo e um estudo bíblico simples durante a semana não é suficiente para informar e transformar a mente das pessoas para seguirem a teologia cristã ortodoxa.”
Ele acredita que é preciso mais empenho dos que pregam para deixar claro o que a Bíblia ensina sobre essas questões-chaves. Opinião parecida tem Beth Felker Jones, professora de Teologia no Wheaton College: “Os líderes da Igreja precisam ser capazes de ensinar a verdade da fé com clareza e precisão, e nós precisamos ser capazes de mostrar às pessoas por que isso é importante para as nossas vidas.”
Howard Snyder, ex-professor de em vários seminários conhecidos, enfatiza que a doutrina da Trindade não é um “conceito teológico abstrato, mas uma verdade cristã fundamental que nos informa sobre o Deus que adoramos, que somos como seres humanos, e toda a criação”.
Na análise do diretor da LifeWay, Ed Stetzer, o evangélico médio “gosta de acreditar em um tipo de Deus quase cristão, com doutrinas incompletas”.
Fonte: Gospel Prime

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Para reflexão da Amada Igreja de Cristo.

O texto reflexivo que segue abaixo, foi originalmente publicado na rede social Facebook, pelo membro da Igreja Assembléia de Deus Templo Central de Altaneira - Ce, Antonio Pereira da SIlva mais conhecido como Antonio de Kaci. Resolvi postar esse texto pela temática e importância do mesmo para toda Igreja de Cristo. Que Deus possa falar ao seu coração! Boa Leitura.

Para reflexão da Amada Igreja de Cristo.

"Enganadores podem também ter Fala Mansa
e podem ser Gentis e Lisonjeiros
Entre outras terríveis circunstâncias que caracterizam os perigosos dias no final desta era (II Tim 3:1-5) há enganação generalizada partindo de pessoas ímpias:
Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados.
(II Tim 3:13)
Quando uma pessoa é enganada, ela é levada por uma falsa aparência ou declaração. Tal pessoa pensa que as coisas são de uma forma quando na realidade são de outra. Este tipo de coisa se proliferará nos últimos dias, especialmente religiosamente.
A primeira coisa que Jesus mencionou quando Ele respondeu as perguntas de seus discípulos sobre os sinais de Sua vinda no final desta era foi para se prestar atenção aos enganadores religiosos:
Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão. (Mat 24:4;5)
O Senhor Jesus continuou dando detalhes sobre como os falsos cristos e falsos profetas enganarão as pessoas:
Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. (Mat 24:24) (Marcos 13:22)
Você percebeu que sinais e milagres podem ser realizados por enganadores? Ainda mais, eles parecem ter como designo enganar os eleitos, se isso fosse possível! Algumas pessoas pensam que isso não é possível, digo, que os eleitos sejam enganados, mas nós aprendemos a partir de outras passagens das escrituras que isso definitivamente é possível:
e as suas palavras alastrarão como gangrena; entre os quais estão Himeneu e Fileto, que se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição é já passada, e assim pervertem a fé a alguns. (II Tim 2:17;18)
Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo. Porque, se alguém vem e vos prega outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, de boa mente o suportais! (II Cor 11:3;4)
Paulo claramente acreditava que os eleitos poderiam ser enganados, pois ele mencionou dois falsos mestres pelo nome e declarou que a mensagem deles perverteu a fé de alguns cristãos. Ele também demonstrava preocupação pelos cristãos de Corinto, achando que eles poderiam ser enganados como Eva foi.
Há ainda outro tipo de enganador. Este tipo tem fala mansa exatamente como o pessoal da Televisão e Rádio, que se expressam tão bem:
Porque os tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao seu ventre; e com palavras suaves e lisonjas enganam os corações dos inocente."

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Sitio Córrego recebeu a visitação de Deus.



Graça e Paz, no dia 11 do corrente mês o Ministério Nissí em parceria com a Visitação de Deus, realizaram orações nas casas do sítio Córrego e também um impacto infantil na quadra esportiva da localidade. Pela manhã foi realizado o trabalho de visitação nas casas, depois uma pequena pausa pro almoço, pra depois iniciar o impacto infantil, estiveram presentes crianças acompanhadas de seus pais, que assistiram a apresentação de danças, peça de teatro, ouviram a palavra e depois puderam brincar nos brinquedos que estavam disponíveis para eles, e no fim do dia receberam pipoca, balas, pirulitos e algodão doce.
Essa foi a segunda vez que o Ministério Nissí realiza esse tipo de evento, mas a primeira em parceria, tendo por objetivo, pregar o evangelho, estabelecer o Reino de Deus em nossa cidade e levar alegria às crianças daquela localidade, foi sem duvida um dia cansativo, mas também recompensador, nos sentir usados por Deus para abençoar vidas, levar alegria àquelas crianças foi sem duvidas também um dia marcante, nas nossas vidas, confira algumas fotos abaixo, e para mais fotos acesse a página do Ministério Nissí no Facebook https://www.facebook.com/pages/Minist%C3%A9rio-Niss%C3%AD/177265522389884









































quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Oficina de Dança


   Graça e Paz a todos, nos dias 09 e 10 do corrente mês o Ministério Nissí em parceria com a visitação de Deus realizou uma oficina de dança, que ocorreu na Igreja Internacional da Graça de Deus, e contou como ministrantes os casal de pastores Aldalberto Olivio e Charlene Souza, da Visitação de Deus. Ambos são de Londrina PR, e altualmente moram na cidade de Juazeiro do Norte a quase 2 anos. 
    A oficina teve como público prioritário os jovens que aprensentaram um flash mob no 3º Aniverário do Ministério Nissí, mas infelizmente nem todos compareceram, mas mesmo assim a oficina foi um sucesso, além de vários ritimos, e dicas importantes aos presentes, os pastores ensaiaram uma coreografia simples que foi apresentada no impacto infantil realizado no sitio córrego, durante a oficina houveram vários momentos de conversa entre os instrutores e os jovens, nos quais, os pastores contaram seu testemunho e falaram sobre Deus e Jesus. A jovem Sintia Gabrielle participante da oficina declarou o seguinte em seu perfil na rede social Facebook: "Como hj e sempre, ele faz muito mais do que pensamos ou imaginamos ... Ameiiiiiii a tarde de hoje. Deus surpreendeu e supriu a nessecidade do meu coração."
      Confira algumas fotos da oficina abaixo, e para mais fotos acesse a página do Ministério Nissí no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Minist%C3%A9rio-Niss%C3%AD/177265522389884













Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...