terça-feira, 7 de outubro de 2014

Arqueólogos revelam “nova aparência” de Jesus Cristo

Desenho mostra Cristo mais parecido com filósofo grego
por Jarbas Aragão



A imagem mais antiga de Jesus Cristo reconhecida até o momento data do ano 235 e foi encontrado na Síria, em 2011.Nela Jesus aparece sem barba e andando sobre a água.
Agora, um desenho de Jesus encontrado em um prato usado na igreja mostra como ele era visto no século quatro. Sem barba, com o cabelo curto e encaracolado e vestindo uma toga, mais parece com as imagens clássicas de um filósofo grego. Ele está ladeado por dois apóstolos, que devem ser Pedro e Paulo. Os três homens têm auréolas sobre suas cabeças.
A cena é impressionante porque Jesus parece muito diferente de suas representações posteriores. Os arqueólogos que trabalham para o projeto FORVM MMX, acharam a peça nas escavações de um edifício religioso da cidade antiga de Castulo, na Andaluzia, região sul da Espanha.
O prato mede 22 centímetros de diâmetro e seus fragmentos encontrados foram remontados para revelar o desenho original. As peças estavam em excelente estado de conservação e 81% de área original já foi reconstituída. Acredita-se que o objeto era usado para armazenar pão da ceia cristã.


O que chamou atenção dos pesquisadores é que isto é muito diferente das representações tradicionais, que mostram um Jesus barbado, com cabelos longos e castanhos.
Marcelo Castro, chefe do projeto de escavação explicou que o edifício foi construído na segunda metade do quarto século e abandonado cerca de um século mais tarde. “A cena se passa na esfera celestial, enquadrada entre duas palmeiras, que na iconografia cristã representa a imortalidade, a vida após a morte e o céu”, esclarece.
Sua descoberta é parte do projeto FORVM MMX, que busca uma “revisão da cronologia dos primórdios do cristianismo na Espanha”. Com informações Daily Mail.
Fonte: Gospel Prime

0 comentários

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...