Ministério Nissí realizou seu I Encontro de Mulherese Mulheres

Ministério Nissí realizou seu I Encontro de Mulheres

Família encena peças teatrais para moradores de rua em Belém

Projeto Águia nas Ruas busca conscientizar as pessoas em situação de risco

Arqueólogos revelam detalhes sobre a batalha que destruiu o Segundo Templo

Novas descobertas mostram como foi a queda de Jerusalém 2000 anos atrás

Blog do Ministério Nissí completa 5 anos no ar!

Há exatos 5 (cinco) anos lançávamos na rede mundial de computadores o blog do Ministério Nissí.

Arqueólogos acham novas evidências da Torre de Babel

Museu Smithsonian apresenta na TV achado de peça do Iraque

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Igreja Acev de Nova Olinda lança bazar beneficente para construção de casa de família do Zabelê

A Igreja Acev de Nova Olinda, começou há alguns meses uma campanha na cidade de Nova Olinda para a construção de uma casa na comunidade do Zabelê para uma família carente daquela localidade, confira aqui um pouco da história da família e do inicio da campanha.
Cartazes da campanha de arrecadação

A construção da casa para a referida família só está sendo possível através da solidariedade dos moradores de Nova Olinda, uma vez que infelizmente, a Igreja não provê de grandes recursos para custear toda a construção, a casa já se encontra em fase de construção como você pode acompanhar nas imagens abaixo. Segundo o Pastor Márcio Muniz responsável pela Igreja de Nova Olinda e pela congregação de Altaneira, tem se encontrado muita dificuldade em conseguir o recurso financeiro necessário para pagar a mão de obra do pedreiro, devido esse problema, a construção encontra-se parada.  Para piorar a situação, a madeira que seria utilizada para fazer a cobertura da casa, foi roubada, com isso, os custos da construção aumentaram muito, uma vez que além de pagar a mão - de - obra, terá que se comprar novamente o material que fora furtado.

Devido toda problemática descrita anteriormente, a Igreja Acev Nova Olinda lançou uma campanha de arrecadação de roupas, calçados, brinquedos e alimentos para realizar um bazar beneficente em prol do término da construção dessa casa, a campanha foi lançada primeiramente nas Igrejas de Nova Olinda e Altaneira, e também via redes sociais Whatsapp e Facebook.

Pedimos encarecidamente a participação de todos, e contamos especialmente como o apoio das comunidades de Nova Olinda e Altaneira para essa campanha, as doações podem ser entregues nas Igrejas Acev das referidas cidades, como também ao Pastor Márcio Muniz em Nova Olinda ( telefone e Whatsapp 88 - 99937-1222) e Vinicius Freire em Altaneira ( telefone e Whatsapp 88 - 99207-9691).
Desde já agradecemos a todos! Que Deus continue abençoando a todos!










quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Pesquisador comprova que hebraico é o alfabeto mais antigo do mundo

Relatos traduzidos agora mencionam figuras bíblicas
por Jarbas Aragão

Hebraico é o alfabeto mais antigo do mundo

O alfabeto mais antigo do mundo, inscrito em tábuas de pedra em vários locais egípcios, era uma forma primitiva de hebraico, conclui um novo estudo publicado na revista científica ScienceNews.
O material foi divulgado pelo arqueólogo e especialista em epigrafes Douglas Petrovich, da Universidade Wilfrid Laurier, no Canadá. Israelitas que viviam no Egito transformaram os hieróglifos daquela civilização em um proto-hebraico mais de 3.800 anos atrás. Isso reforça as narrativas do Antigo Testamento que descrevem os judeus vivendo no Egito naquela época.
Os hebreus procuravam uma maneira de se comunicar por escrito com outros judeus egípcios. Para isso, simplificaram o complexo sistema de escrita hieroglífica dos faraós, estabelecendo as 22 letras que formariam um alfabeto. Essa é a tese de Petrovich, apresentada semana passada e que fazem parte do livro The World’s Oldest Alphabet [O Alfabeto Mais Antigo do Mundo], que detalha seus achados.

“Há uma conexão entre os textos egípcios e os alfabetos mais antigos preservados”, disse Petrovich. As origens da escrita em diferentes partes do mundo – incluindo a do alfabeto esculpido nas lajes egípcias – têm gerado debates há muito tempo.

Um estudioso alemão havia identificado semelhanças do hebraico com a antiga escrita egípcia na década de 1920. Mas ele não conseguiu identificar muitas letras desse alfabeto, levando a traduções implausíveis, que foram rejeitadas pelos especialistas.
Petrovich diz que sua grande chance veio em janeiro de 2012. Enquanto realizava pesquisas no Museu Egípcio no Cairo, ele encontrou a palavra “Hebreus” em um texto de 1874 a. C. O material incluía a letra alfabética mais antiga conhecida. De acordo com o Antigo Testamento, os israelitas passaram 434 anos no Egito, entre 1876 e 1442 a. C.
Na comunidade científica em geral há uma resistência em se admitir os textos das Escrituras como fatuais. A maioria dos estudiosos afirma que as datas bíblicas da permanência dos israelitas no Egito “não são confiáveis”.

Inscrições em uma antiga laje de pedra (à esquerda) foram identificadas como hebraico e traduzidas. Um desenho das inscrições na laje (à direita) mostra as letras hebraicas antigas ao lado das correspondentes letras hebraicas modernas (verde).
O texto diz “O que foi elevado está cansado de esquecer”. Na parte superior lê-se “O superintendente de minerais, Ahisemach”.

Figuras bíblicas

Douglas Petrovich usou as combinações de letras ou identificações anteriores do alfabeto antigo e as comparou com suas próprias identificações de letras que constituiriam o proto-hebraico. Armado com esse alfabeto incipiente, ele traduziu 18 inscrições de três locais diferentes no Egito.
Não por acaso, o nome de várias figuras bíblicas apareceram nas inscrições traduzidas: Yossef [José], que se tornaria uma poderosa figura política no Egito;  Asenath [Azenate], a esposa de José e o seu filho Manasseh [Manasses], que daria origem a uma das tribos de Israel. Moshe [Moisés], que levou os israelitas para fora do Egito, também é mencionado, diz Petrovich.
Outra inscrição, datada de 1834 a. C. diz “O vinho é mais abundante do que a luz do dia, do que o padeiro, do que um nobre.” Esta declaração provavelmente significava que, naquela época ou pouco antes, a bebida era abundante.
Petrovich lembra que a data coincidiria com o período que a família de José decidiu ir para o Egito, pois lá havia fartura enquanto se passava fome em Israel.
Fonte: Gospel Prime

domingo, 20 de novembro de 2016

Igreja Acev Altaneira realizou seu 2º Encontro de Mulheres

Graça e Paz a todos, na última sexta - feira dia 18 de novembro a Igreja Acev Altaneira realizou seu segundo encontro de mulheres.



O Primeiro encontro de mulheres ocorreu no mês de Maio, sendo intitulado de Chá de Mulheres Excelentes, e teve como preletora a Pastora Charlene (Char) Souza tendo sido sem dúvidas muito proveitoso e edificante, para ver como foi o primeiro encontro de mulheres clique aqui.

Já o Segundo encontro de mulheres teve uma proposta um pouco diferente, a começar que foi gratuito, outra diferença foi a proposta de organização do evento, organizado em formato diferente do anterior. O Segundo encontro de Mulheres ocorreu no pátio da Secretaria de Cultura, e teve como preletora Cristiane Gomes de Nova Olinda, que versou sobre a importância da paciência na vida das mulheres e claro ao final da ministração ouve o tradicional "comes e bebes".

Como dito anteriormente este é o segundo Encontro de Mulheres organizado pela Igreja Acev Altaneira, mas ainda na semana passada, ocorreu o encerramento de um propósito de Oração de Mulheres casadas, que contou com pessoas de diferentes denominações e religiões. Confira algumas fotos do segundo encontro abaixo e clique aqui para ver todas as fotos:















quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Reflitamos #16

Graça e Paz, na postagem de hoje damos sequência à série que consiste na postagem de imagens para que servem para nossa reflexão. Que fale ao coração de todos!





quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Cerca de 40% das mulheres vítimas de violência doméstica são cristãs

Omissão pastoral foi indicada como um dos fatores responsáveis pelo problema



Uma pesquisa realizada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, indica que cerca de 40% das mulheres que relataram ter sofrido violência doméstica foram de evangélicas. O assunto foi debatido no programa De Tudo Um Pouco, da Rede Super, esta semana. Falaram sobre o assunto o pastor Renato Vieira Matildes e o advogado Antônio Cintra Schmidt.
Os dados apresentados foram coletados de ONGs que ajudam mulheres agredidas. “Não esperávamos encontrar, no nosso campo de pesquisa, quase 40% das atendidas declarando-se evangélicas”, ressalta o documento. Estranhamente, muitas vezes as vítimas não procuraram imediatamente as autoridades.
“A violência do agressor é combatida pelo ‘poder’ da oração. As ‘fraquezas’ de seus maridos são entendidas como ‘investidas do demônio’ então a denúncia de seus companheiros agressores as leva a sentir culpa por, no seu modo de entender, estarem traindo seu pastor, sua igreja e o próprio Deus”, esclarecem as pesquisadoras.
O pastor Renato admite que os números são preocupantes. Também chama atenção que a omissão pastoral seja apontada como uma das causas desse índice elevado. Ele lamentou que muitas vezes a opção dos líderes é dizer: “Olha, vá embora que nós vamos orar e Deus vai fazer a obra”.
Segundo o material divulgado pelo Mackenzie, “O que era um dever, o da denúncia para fazer uso de seu direito de não sofrer violência, passa a ser entendido como uma fraqueza, ou falta de fé na provisão e promessa divina de conversão-transformação de seu cônjuge”.
O convidado do programa lamentou que muitos pastores, ao invés de orientar de forma prática os casais, por vezes acabam colocando barreiras.
Para o advogado presente no De Tudo Um Pouco, uma parcela da responsabilidade recai sobre as próprias mulheres agredidas. Isso por que que muitas delas têm medo ou vergonha de expor o contexto familiar onde estão inseridas. Segundo Cintra, quando as agressões são constantes, mas não são compartilhadas com outras pessoas acaba inviabilizando e retardando as ações judiciais cabíveis.
Sublinhou ainda que “às vezes não é ela quem expõe. Um vizinho, por exemplo, vê uma agressão e pode fazer a denúncia. Feita a denúncia, a polícia vem e dali para a frente não tem mais como parar o processo”.
A Lei Maria da Penha, que visa garantir a segurança feminina e punir os agressores é considerada pela ONU uma das três leis que dão maior proteção às mulheres em todo mundo. Ela fala sobre vários tipos de violência: física, psicológica, sexual e patrimonial. Mesmo assim, ainda carece de ser efetivamente aplicada pelos órgãos públicos na maioria das cidades.
Assista:



Fonte: Gospel Prime

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Menos de 40% dos cristãos praticantes leem a Bíblia

Dados foram divulgados pela Sociedade Bíblica Americana
por Jarbas Aragão


Apesar de continuar sendo o livro mais impresso e vendido no mundo, menos da metade dos cristãos praticantes passam tempo envolvidos com a Bíblia, afirma a American Bible Society (ABS). Foram feitas entrevistas, por amostragem, de mil pessoas adultas, de ambos os sexos e diversas faixas etárias e de renda.
Em uma conferência do Movement Day Global Cities, no início do mês, Samuel Harrell, diretor do Projeto Ignição, ligado à ABS, apresentou dados de um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas Barna Group ao longo de seis anos.
O material, que fala sobre como os cristãos lidam com a Bíblia, mostra que apenas 18% da população – com 18 anos ou mais – lê a Bíblia diariamente. Dentro desse grupo, os que afirmam ser cristãos praticantes, apenas 37% têm contato com as Escrituras diariamente – fora dos horários de culto.
“Temos a honra de caminhar por vários anos com o Barna Group analisando o estado da Bíblia na América. Eu sei que todos estamos sentindo os ventos de mudança e as tendências que estão nos afetando, então você provavelmente já conversou com as pessoas sobre a maneira como elas veem a Bíblia em nossa cultura atualmente”, explicou Harrell. Os índices são semelhantes a outro estudo sobre o assunto divulgado em 2012.
Fergus Macdonald, do Centro para o Envolvimento com as Escritura, sediado na Universidade Taylor, explicou: “É o Espírito Santo que permite que o texto fale por si mesmo, quando o texto fala é a voz de Deus Pai que foi ouvida. É Jesus Cristo que, através do texto, faz uma reivindicação única sobre quem lê e quem ouve”.
De acordo com Harrell, o estudo encomendado pela ABS mostrou que apenas 38% dos americanos se consideravam “amigos da Bíblia”. Entre aqueles que afirmaram ler a Bíblia seguidamente, 14% são homens e 22% são mulheres.
Quando divididos por idade, nota-se que os mais novos, (abaixo de 31 anos) estão menos envolvidos, representando apenas 12% dos leitores da Bíblia. Por outro lado, entre os adultos mais velhos o índice mais que dobra, chegando a 26%. Harrell acredita que os que pertencem à geração atual provavelmente se aproximarão mais de suas Bíblias quando verem o impacto do livro sagrado nas vidas de outras pessoas.
Por outro lado, no levantamento de 2016, 77% dos católicos praticantes e 84% dos evangélicos praticantes expressaram o desejo de ler mais a Bíblia. Curiosamente, apenas 45% do total geral acredita que a Bíblia oferece “tudo que uma pessoa precisa para viver uma vida plena”. Eram 53% em 2011.

De acordo com o Christian Post, a porcentagem de entrevistados que veem a Bíblia como “um livro de ensinamentos escritos por homens” aumentou de 10% para 22% nos últimos seis anos. Neste mesmo período, a porcentagem dos que acreditam que a Bíblia é “literatura sagrada” caiu de 86% para 80%. Onze por cento consideram o Alcorão igualmente “sagrado”.
Fonte: Gospel Prime

terça-feira, 8 de novembro de 2016

95 TESES CONTRA A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE


1 - Deus não é seu empregado.
2 - A conversão de Zaqueu não foi nada lucrativa para ele.
3 - Cristãos também ficam doentes, também ficam tristes, também se sentem sozinhos.
4 - Ímpios também prosperam emocional, física e financeiramente. 
5 - Ter fé não é necessário para se dar bem na vida material.
6 - Não precisamos "parar de sofrer" para sermos felizes.
7 - Não precisamos pregar imitando a voz de outra pessoa.
8 - Não precisamos da "cobertura espiritual" de nenhum desses apóstolos da televisão.
9 - Precisamos apenas de Jesus Cristo.
10 - Nem todo cristão nasceu para ser líder, mas todos precisam servir uns aos outros.
11 - É errado dar mais privilégios para gente rica na igreja, apenas porque são ricos.
12 - É pecado distorcer a Palavra para aumentar a receita da igreja.
13 - É impossível servir a Deus e a Mamom. O mundo go$pel chegou para nos lembrar disso.
14 - Quem busca o dinheiro antes de Cristo, na verdade, nunca buscou a Cristo.
15 - A nossa salvação não custou o sangue dos nossos adversários, mas sim o sangue do nosso melhor Amigo.
16 - A Bíblia não diz que Deus está na obrigação de nos abençoar.
17 - Deus não está teologicamente obrigado a nada.
18 - Não é necessário um "culto de cura" para Deus curar.
19 - Não é necessário um "culto de libertação" para Deus libertar.
20 - Não é necessário um "culto de oração" para Deus ouvir.
21 - Quem ora não está "pagando um preço". Quem ora está louvando, pedindo e agradecendo a Deus. 
22 - Não adianta termos dons espirituais se não tivermos caráter para usá-los.
23 - Deus é o dono do ouro e da prata. Você não.
24 - Judas vendeu a Cristo e muitos "pastores" têm feito o mesmo.
25 - Você não é a Univer$al. Você é um grande pecador e Cristo é um grande Salvador.
26 - Não adianta se esforçar para falar apenas coisas positivas. Elas não se materializarão magicamente na sua vida.
27 - A água do Rio Jordão é tão "sagrada" quanto qualquer água.
28 - Não existe nenhuma ordem bíblica para cada cristão ter 12 discípulos assim como Jesus teve.
29 - Hoje, não existem mais "apóstolos" no sentido de terem autoridade doutrinária sobre a Igreja e serem estabelecidos por Cristo.
30 - A salvação não é uma troca de favores.
31 - Não há como comprar o perdão de Deus.
32 - Não há como comprar aquilo que não tem preço.
33 - Nosso relacionamento com Deus não funciona por meio de barganhas, mas sim pela graça mediante a fé.
34 - O mundo é caído. Nem sempre é "vencer ou vencer".
35 - Não existe "unção da prosperidade de Salomão".
36 - Toda oferta financeira é voluntária e NUNCA obrigatória. 
37 - Aproveitar-se disso para não ofertar é coisa de gente que ama mais o dinheiro do que a Deus.
38 - É incorreto pregar que as evidências de uma verdadeira fé estão nas condições financeiras do crente.
39 - É incorreto pregar que, uma vez que Jó foi próspero no fim da vida, todos os que forem fiéis também serão.
40 - É incorreto (e ridículo) usar técnicas de hipnose ou musicoterapia para conseguir mais dinheiro dos fiéis.
41 - Pastores verdadeiros devem ser honrados, mas não a ponto de a igreja considerá-los infalíveis e intocáveis.
42 - A igreja deve julgar falsos ensinamentos, segundo a Palavra de Deus nos orienta, e expulsar os falsos mestres dos púlpitos.
43 - A igreja deve buscar o Reino de Deus e a Sua justiça em primeiro lugar.
44 - A igreja deve chorar com os que choram e se alegrar com os que se alegram.
45 - É muito estranho dar oportunidades para políticos fazerem propaganda eleitoral dentro de igrejas.
46 - É blasfemo cobrar qualquer quantia para pregar a Palavra. Um pregador não deve ser um peso para ninguém.
47 - Um pregador da Palavra deve viver de ofertas voluntárias, e não de "ofertas combinadas". Se é combinado, então já não é oferta.
48 - Copo d'água em cima da televisão é coisa do espiritismo afro-brasileiro. No Cristianismo, não tem isso.
49 - Comprar pacotinhos de sal grosso não te deixará mais santo. Vendê-los com esse propósito é pecaminoso.
50 - A pregação cristocêntrica da Palavra é o principal meio pelo qual a Igreja é fortalecida no Senhor.
51 - Deus não nos trata como criancinhas mimadas.
52 - Deus não está nem aí impressionado com nossa "adoração extravagante".
53 - Não existe "sabonete do lavandeiro" ou "sabonete do descarrego".
54 - Não existe "trízimo".
55 - Não existem "rosas ungidas".
56 - Não existe "água fluidificada".
57 - Não existe poder em "ramos de arruda".
58 - Não existe poder no "cajado de Abraão".
59 - Não existe "galho ungido do Monte das Oliveiras"
60 - Não existe "lenço ungido".
61 - Não existe "folha da árvore da vida".
62 - Não existe poder na "fita vermelha". 
63 - Não existe o "manto sagrado do túmulo de Jesus".
64 - Não existe poder no "óleo do amor".
65 - Não existem as "pedras ungidas da tumba de Jesus".
66 - Não existe unção na "arca".
67 - Não existe "a vara de Arão".
68 - Não existem patriarcas, nem são estes os líderes espirituais dos apóstolos.
69 - Não existem "atos proféticos".
70 - Não existe a "fronha milagrosa dos sonhos"
71 - Não existe "caneta ungida".
72 - Não existe "meia ungida".
73 - Não existe "martelo" que possa fazer milagres.
74 - Não existe NENHUM objeto que, consagrado ou ungido por um líder espiritual, possa garantir bênçãos materiais para a vida do crente.
75 - Não existem vestes mais santas que outras.
76 - Não existem locais mais santos que outros.
77 - Não existem objetos mais santos que outros.
78 - Não existe a "unção do riso".
79 - Não existe "transferência de geração".
80 - Expulsar demônios é mais prioridade ao invés de querer entrevistá-los. 
81 - É errado fazer uma doutrina de um texto isolado.
82 - "Porção dobrada" não tem nada a ver com dinheiro.
83 - O Espírito Santo não provoca arrepios. O nome disso é emoção. O Espírito Santo provoca mudança de vida.
84 - O Espírito Santo parece se preocupar mais com a ética do que com a estética de alguém.
85 - Da experiência emocional de alguém, não pode se estabelecer uma teologia bíblica.
86 - Cristo é o único mediador entre Deus e os homens.
87 - Não existe nenhum texto tão santo e tão puro quanto a Palavra de Deus.
88 - Os elementos judaicos são isso mesmo: elementos judaicos.
89 - Deus não fará todas as nossas vontades.
90 - Ou enfrentamos a vida crucificada, ou adoramos Mamom.
91 - Um verdadeiro discípulo é justo porque vive pela fé.
92 - Um verdadeiro discípulo sabe que Deus supre nossas necessidades em Cristo Jesus.
93 - Um verdadeiro discípulo sabe que deve renunciar tudo aquilo que o impede de seguir a Jesus plenamente.
94 - Um verdadeiro discípulo deve ser capaz de se gastar em favor dos outros.
95 - Um verdadeiro discípulo sabe que um ensinamento pode fazer chover milagres, mas deve ser rejeitado, caso não esteja nas Escrituras Sagradas.

- Soli Deo Gloria!

[Texto escrito em alusão aos 499 anos da Reforma Protestante, quando o monge agostiniano Martinho Lutero, no dia 31 de Outubro de 1517, afixou, na Catedral de Wittenberg, na Alemanha, as suas noventa e cinco teses contrárias à venda de indulgências por parte da Igreja Católica de sua época.]



por Lucas Martins

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...