terça-feira, 31 de outubro de 2017

500 anos da Reforma Protestante: Uma breve análise sobre o protestantismo em Altaneira



Neste dia 31 de outubro de 2017, faz exatos quinhentos anos que Martinho Lutero afixou suas 95 teses na porta da Catedral de wittemberg, dividindo o cristianismo ocidental entre Católicos e Protestantes. Nosso objetivo nesse texto é pensar  o protestantismo em Altaneira – Ce no ano de 2017, por isso, não iremos contar os pormenores das causas e consequências da Reforma protestante há época de seu acontecimento.

Altaneira é uma pequena cidade do interior do Ceará, tendo segundo o IBGE uma população estimada em 2017 de 7.479 pessoas, sendo um município majoritariamente católico, assim como geralmente acontece com os municípios do interior nordestino. As primeiras Igrejas evangélicas a se instalarem em nosso município foram a Congregação Cristã no Brasil e Igreja Assembleia de Deus Templo Central, na década de 80 do século 20, dessa forma podemos entender que o protestantismo em Altaneira é um fenômeno recente tendo no máximo 37 anos desde a instalação da primeira denominação evangélica (Listaremos ao final deste texto as denominações existentes em Altaneira).

As primeiras denominações evangélicas de Altaneira, são fruto do fenômeno migratório que levou muitos nordestinos à outras regiões do Brasil, sobretudo ao sudeste, sendo que o primeiro evangélico altaneirense se converteu quando residia em São Paulo, sendo o mesmo membro da Igreja Congregação Cristã no Brasil e posteriormente começando uma congregação dessa denominação em sua cidade natal. Segundo o Censo do IBGE, em 2017 Altaneira tem estimados um total de 377 pessoas que confessam a fé protestante, isso equivale a 5% da população Altaneirense, enquanto que são 85% de católicos no município.

Altaneira conta hoje com nove denominações evangélicas, sendo uma neopentecostal e o restante pentecostal e nenhuma Igreja de cunho tradicional (para saber sobre a diferença entre Igrejas pentecostais, neopentecostais e tradicionais clique aqui) , dessas nove Igrejas, apenas uma tem origem local o Ministério Nissí, as demais denominações vieram de outros municípios para cá. As denominações altaneirenses que apresentam um maior crescimento em número de membros no momento são a Congregação Cristã no Brasil e a Igreja Batista a Hora da Colheita, mas entre novos convertidos há também que levar em consideração as migrações entre as denominações existentes em nossa realidade, que são até mais comum do que mesmo a conversão de novos fiéis.

Ao tecermos essa análise, é impossível não pensar também na Critica às denominações e aos membros das mesmas, crítica essa que não tem a ver com aspectos teológicos, mas sim no contexto social, transformador e até missional da Igreja, uma vez que, pouco vemos ou ao menos ouvimos falar de alguma ação desenvolvida pelas mesmas, não levando em consideração o evangelismo.

Nossa esperança é que no futuro possamos ver uma Igreja reformada interiormente, que pensa, que conhece sua história, que aprende com seus erros e que leve em consideração não apenas a busca por novos membros, mas sim o indivíduo, sem interesses denominacionais ou numéricos, mas apenas o amor pelo amor, o reflexo do amor de Deus em nós, nos fazendo amar ao próximo como a nós mesmos, apenas assim teremos um evangelho que de fato impacte nossas vidas e nossa cidade.

Igrejas (denominações) existentes em Altaneira:
·        Congregação Cristã no Brasil
·        Igreja Assembleia de Deus Templo Central
·        Igreja Assembleia de Deus Comadesma
·        Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira
·        Igreja Assembleia de Deus Belém
·        Igreja Batista a Hora da Colheita
·        Igreja Batista Renovada
·        Igreja Internacional da Graça de Deus
·        Ministério Nissí




0 comentários

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...