quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Pastores alertam contra o machismo praticado por homens cristãos

Por Will R. Filho

Ninguém duvida que o machismo é uma realidade presente no lar de muitas famílias, incluindo as cristãs. Visando combater a incidência desses casos no seio da igreja, vários pastores alertaram sobre a maneira como o homem deve se portar, segundo a Bíblia, com as mulheres.
Emerson Pinheiro, por exemplo, pastor da Igreja Profetizando às Nações, no Rio de Janeiro, explicou que o machismo é fruto da insegurança que um homem possui diante do seu papel na família. Assim, o uso da violência verbal e até mesmo física se tornam meios de expressar essa deficiência emocional.
“Ele não sabe quem ele é e acha que vai perder espaço para esposa dele”, diz o pastor, destacando que “o verdadeiro homem de caráter respeita as mulheres e as deixa serem livres para cumprir seu chamado”.
“Esse homem ama a Deus acima de tudo e se entrega pela sua família assim como Cristo se entregou pela igreja”, acrescenta Pinheiro, referindo-se ao exemplo bíblico descrito no livro de Efésios capítulo 5.
Já o pastor Douglas Gonçalves, fundador do movimento Jesuscopy, ressalta que o machismo pode ser combatido ao se compreender o papel do homem na família, que consiste também em respeitar a mulher, seu espaço e funções, sem qualquer distinção de valor sexual, entendendo que sem a mulher ao seu lado o próprio homem se torna incompleto na sociedade.
“Deus coloca Adão no jardim do Éden antes da mulher. Ele inicia e ela vem como auxiliadora idônea. A mulher tem uma capacidade sobrenatural de pegar algo iniciado, dar continuidade e fazer aquilo florescer. Iniciar é importante, mas dar continuidade é tão importante quanto. Se qualquer um dos dois falhar, não tem projeto”, disse Gonçalves, segundo o Pleno News.
Enquanto isso, o pastor Bruno Barroso, da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte, sugere que esse tipo de problemática deve ser tratado desde cedo, pelas famílias e também pelas igrejas, ensinando como os homens devem enxergar as mulheres a luz da Bíblia e não conforme a cultura secular, de onde o machismo se reproduz.
“A igreja é um dos principais núcleos sociais que mostram o valor real de um homem e de uma mulher”, explica Barroso. “À luz da Bíblia temos ensinamentos que, se alcançarem a sociedade, teremos homens que transformarão esta nação”.
Barroso sugere que a imaturidade emocional é um fator chave nos casos de machismo. Nesses casos são homens adultos, formados, mas que não exercem seus papéis a luz da Bíblia, como provedores, também, de segurança afetiva, testemunho, estabilidade emocional e orientação de suas famílias.
“Em tempos de crise de caráter, temos tido profissionais e homens que não honram suas ‘calças’. São eternos adolescentes que fogem devido à dificuldades. Se cumprirmos as leis e formos homens que promovem o bem creio que seremos de fato sal e luz”, conclui Barroso.
Fonte: Gospel Mais

0 comentários

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...